1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Brasil

Na Itália, Dilma e Renzi conversam sobre impasses judiciais

Sem citar Pizzolato e Battisti, premiê italiano afirma que espera "soluções" para questões que estremeceram relação bilateral. Temas econômicos também estão na pauta do encontro.

Em visita oficial à Itália, a presidente Dilma Rousseff conversou nesta sexta-feira (10/07) em Roma com primeiro-ministro italiano Matteo Renzi sobre impasses judiciais entre os dois países e apresentou oportunidades de investimentos no Brasil.

Renzi afirmou que espera "soluções" para os problemas de ordem judicial que estremeceram a relação entre os países. O premiê não citou abertamente os casos de

Henrique Pizzolato

– ex-diretor do Banco do Brasil condenado no mensalão que fugiu para a Itália e espera decisão da Justiça italiana sobre a extradição – e de

Cesare Battisti

, que apesar de condenado na Itália por terrorismo ganhou exílio no Brasil.

"Conversamos sobre o setor de Justiça. Espero que essas relações renovadas, baseadas na cortesia, possam trazer solução aos casos mais difíceis", ressaltou Renzi.

Dilma afirmou que os países se comprometeram a estreitar a parceira. "Acertamos que nossas relações se darão no mais alto nível entre os ministros e com isso queremos fortalecer essa relação e garantir que ocorram modificações reais que levem essa relação a um patamar mais elevado", disse.

Além do impasse judicial, o encontro tratou também de temas econômicos. Assim como fez nos Estados Unidos, Dilma apresentou a Renzi e ao presidente italiano Sergio Mattarella oportunidades de investimentos em obras de infraestrutura no Brasil.

"Convidei todos os empresários italianos a intensificarem sua presença no Brasil por meio da participação nessa nova fase do programa [Programa de Investimento em Logística]", afirmou Dilma.

Em Roma, Dilma se reuniu também com o diretor-geral da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), o brasileiro José Graziano. No sábado, a presidente visita a Expo Milão 2015. O Brasil tem um pavilhão na feira, onde mostra técnicas agrícolas inovadoras e sustentáveis.

CN/dpa/ebc/efe

Leia mais