1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Na boca de todo o mundo

A Haribo, empresa que começou a fabricar ursos de goma em 1922, sobreviveu a uma guerra mundial e hoje produz mais de 80 milhões de unidades ao dia.

default

Gummibärchen: a mania alemã

Os alemães têm certas manias: uma delas é a fascinação pelos ursos, outra pelos doces. Uma terceira, na verdade uma forma híbrida das duas anteriores, já supera os 80 anos: os Gummibärchen, literalmente ursinhos de goma, criação da firma Haribo.

As guloseimas, que eram devoradas com gosto pelo imperador alemão Guilherme Segundo, pelo escritor Erich Kästner e até por Albert Einstein, foram criadas por Hans Riegel, da cidade de Bonn em 1922. A combinação das iniciais do inventor e da cidade forma o nome da marca.

Para criar os Gummibärchen, Riegel deixou-se inspirar pelos "ursos bailarinos", animais treinados, equipados com mordaças e presos por correntes, trazidos à praça pública para divertir a massa em tempos medievais.

De lá pra cá - No começo, a produção diária de balas, que hoje é da ordem de 80 milhões de unidades ao dia, não passava dos 100 quilos. Duas balas, compradas soltas em um quiosque, custavam um centavo de marco.

Em 1930, a empresa lançou o jingle Haribo macht Kinder froh (algo como Haribo faz a criançada feliz), que simboliza a empresa até hoje. Em 1960, veio o complemento: Und Erwachsene ebenso (E adultos igualmente). O registro da marca, no entanto, só foi feito em 1967, quando já era reconhecida na Alemanha e depois que os abalos da Segunda Guerra Mundial estavam superados.

Ao fim da guerra, a produção havia sido reduzida a um mínimo e a empresa funcionava apenas com 40 funcionários. Hans Riegel morreu em 1945 e no ano seguinte seus filhos assumiram o comando. Em 1950, a produção já havia voltado ao normal e o número de empregados beirava o primeiro milhar.

Hoje, depois de várias metamorfoses, os diversos formatos de balas Haribo continuam à venda em supermercados de diversos países, inclusive no Brasil (só supermercados das regiões Sul e Sudeste). E, se forem postos em fila, só os ursinhos da série Goldbären produzidos em um ano cobririam três vezes a superfície da Terra.

Leia mais

Links externos