1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Número de mortes por Mers sobe para nove

Presidente da Coreia do Sul adia viagem aos EUA para acompanhar o combate ao surto do coronavírus Mers. OMS recomenda a reabertura das escolas, por entender que elas não são foco de propagação da doença.

Autoridades da Coreia do Sul afirmaram que o surto da Síndrome Respiratória do Oriente Médio (Mers) pode ter chegado ao ápice e que os próximos dias serão cruciais para determinar se os esforços para isolar os pacientes infectados foram eficientes para aplacar a disseminação do vírus.

Nesta quarta-feira (10/06), duas mortes foram confirmadas, elevando para nove o número total de vítimas. Além disso, o número de infectados no país chegou a 108, após 13 novos casos serem registrados.

O ministério sul-coreano da Saúde informou que os nove mortos possuíam condições de saúde pré-existentes que agravaram a doença. Além disso, quatro outros pacientes infectados teriam se recuperado e foram e liberados.

A presidente sul-coreana, Park Geun-hye, adiou uma viagem programada para os Estados Unidos em razão do surto.

Especialistas da Organização Mundial de Saúde (OMS) e da Coreia do Sul recomendaram, porém, a reabertura das escolas, por entender que elas não são focos de propagação da doença. As infecções, até o momento, estão restritas aos hospitais.

Ainda assim, medos e rumores levaram ao fechamento de mais de 2,7 mil escolas no país. Cerca de 3,4 mil pessoas que tiveram contato com os infectados foram isoladas.

As autoridades sul-coreanas estimam que o surto deverá estar sob controle até a sexta-feira. Este será o último dia do período máximo de incubação (de duas semanas) do vírus nos pacientes considerados fonte inicial do segundo ciclo do surto de Mers. O primeiro ciclo já estaria encerrado, segundo as autoridades.

RC/ap/afp

Leia mais