1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Níger afirma ter matado 109 combatentes do Boko Haram

Jihadistas foram mortos durante tentativa frustrada de ocupar duas cidades ao longo da fronteira com a Nigéria, diz Ministério da Defesa do país. Também houve baixas do lado nigeriano.

O Níger afirmou nesta sexta-feira (06/02) que suas tropas mataram 109 combatentes do grupo terrorista Boko Haram, quando os islamistas realizavam seu primeiro grande ataque ao país. O Ministério da Defesa do Níger comunicou também a morte de quatro soldados e de um civil.

Além disso, os combates nas cidades de Bosso e Diffa, ao longo da fronteira com a Nigéria, também deixaram 17 membros das forças de segurança feridos. Dois soldados estariam desaparecidos, disse o ministro da Defesa, Mahamadou Karidjo, em comunicado transmitido pela televisão estatal. O ministro, no entanto, não mencionou possíveis baixas entre soldados aliados do Chade.

Um colaborador de uma organização humanitária disse que membros do Boko Haram tinham ocupado temporariamente a cidade de Bosso, antes de serem expulsos de volta à Nigéria. Soldados do Níger receberam o apoio militar do Chade na cidade.

Um morador de Bosso disse à agência de notícias AFP que era possível ouvir tiros "em toda a cidade". "Aconteceu uma espécie de caçada pela cidade. Ouvimos os gritos de 'Allahu Akbar' [Deus é grande]", relatou a testemunha.

PV/afp/rtr

Leia mais