1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Museu alemão admite que pode ter obras confiscadas por nazistas

O Kunsthalle Mannheim encontrou em seu acervo 18 peças que podem ter sido tomadas de judeus durante o Terceiro Reich. Entre as obras, estão trabalhos de artistas como László Moholy-Nagy, Max Slevogt e Edgar Degas.

O Kunsthalle Mannheim informou nesta terça-feira (17/11) que encontrou em seu acervo 18 esculturas e pinturas que possivelmente foram saqueadas pelos nazistas.

Entre as peças no museu na cidade alemã de Mannheim, estão obras de artistas de renome, como László Moholy-Nagy, Max Slevogt e Edgar Degas. Os itens serão reportados à fundação Deutsches Zentrum für Kulturgutverluste (Centro Alemão de Bens Culturais Perdidos), sediada em Magdeburg, e publicadas no banco de dados online Lost Art, gerenciado pela fundação.

O objetivo do site é encontrar os antigos proprietários ou herdeiros das obras de arte confiscadas ilegalmente de judeus pelos nazistas durante o Terceiro Reich.

Desde o final de 2011, o Kunsthalle Mannheim pesquisa as origens de todas as obras de seu acervo.

MD/dpa

Leia mais