1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Mundo novo na World Wide Web

No começo, nada mais havia do que o carpete. Sem escrivaninhas, sem impressora e sem computador: foi assim que começou, em 1994, o departamento online da Deutsche Welle. Dez anos em retrospectiva.

default

O ano de 1994 avançava pelo segundo semestre, quando uma equipe de três pessoas na Deutsche Welle (DW) recebeu a incumbência de abrir um site na internet. Com o endereço de www.dwelle.de, a DW foi a primeira emissora de direito público da Alemanha a estar presente na rede global. E em todos os 30 idiomas de seus programas radiofônicos! A oferta no início era modesta, predominavam as informações corporativas, com maior peso para o alemão e o inglês.

Para o Serviço Brasileiro de rádio, a Feira Brasil-Alemanha de Tecnologias para o Mercosul (Febral), que se realizou em São Paulo em 1995, serviu de ensejo para apostar num conteúdo jornalístico mais amplo. O português para o Brasil foi, ao lado do alemão e do inglês, um dos primeiros idiomas a ter no site uma oferta que não reproduzia apenas as transmissões radiofônicas.

Mundo virtual com recursos artesanais

Chegar ao mundo virtual, no entanto, exigia muito trabalho manual. Os redatores do rádio entregavam ao departamento de internet disquetes contendo os textos de seus programas radiofônicos. Lá eles eram então convertidos para a linguagem da internet, quase sempre "às cegas" por um técnico alemão que não tinha a menor idéia do conteúdo, num idioma para ele totalmente desconhecido. Se tinha à sua frente um texto em amárico, como saber onde terminava o título, que tinha que ser posto em negrito? E se cometia um erro, ao salvar um texto em chinês, e todo o site da DW se preenchia com ideogramas chineses?

Mas nos bastidores, os técnicos aprimoravam o sistema continuamente. Em fins da década de 90, estabeleceu-se como meta um relaunch completo. O site receberia um novo nome (www.dw-world.de), e em seis línguas-piloto (alemão, inglês, português para o Brasil, espanhol, chinês e russo) seria introduzida uma ampla oferta jornalística produzida por profissionais que se dedicassem exclusivamente à web.

Cada idioma teria seu próprio foco, cada equipe desenvolveria sua pauta redacional, deixando de apenas colocar na rede as produções da DW-RADIO e da DW-TV. A fisionomia do site se transformaria, refletindo o corporate design da Deutsche Welle como um todo.

Os preparativos para o relaunch levaram um ano, 20 pessoas trabalhavam 24 horas por dia no projeto. Em 15 de novembro de 2001, finalmente, ativou-se o endereço DW-WORLD.DE, um site que oferece informações em texto, imagens e gráficos, áudios e vídeos, elementos interativos, e logo conquistou os usuários. Informações de fundo em política, economia, cultura e esportes são seu forte, mas há espaço também para o entretenimento em forma de joguinhos.

Novo capítulo

De lá para cá, a DW-WORLD consolidou-se, ao lado da DW-RADIO e da DW-TV, como um dos canais de informação da Deutsche Welle, a emissora internacional da República Federal da Alemanha. Trinta jornalistas efetivos e uma série de free lancers, distribuídos em equipes de acordo com a língua-piloto, dedicam-se exclusivamente ao preparo e atualização dos respectivos conteúdos.

"Não somos um site de notícias no sentido clássico. A equipe é pequena demais para poder manter um newsroom 24 horas por dia", esclarece Guido Baumhauer, diretor da DW-WORLD. Em vez disso, o site aposta em matérias de fundo e analíticas. Mas a DW-WORLD ainda não chegou ao destino de sua viagem pela World Wide Web. Temos mais pela frente: dentro de pouco tempo, o árabe vai ser incluído na oferta de línguas-piloto.

Leia mais

Links externos