1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

Mundo do futebol lamenta desastre da Chapecoense

Torcedores, jogadores e clubes lamentam a tragédia e usam perfis no Twitter para manifestar solidariedade e apoio ao clube catarinense.

Assistir ao vídeo 01:22

Barcelona e Real Madrid fazem 1 minuto de silêncio

O acidente aéreo envolvendo o time de futebol da Chapecoense é o assunto mais comentado do Twitter na manhã desta terça-feira (29/11). A hashtag  #ForçaChape já reúne mais de um milhão de tweets.

Torcedores, jogadores e clubes usaram as redes sociais para lamentar a tragédia e manifestar solidariedade e apoio ao clube catarinense. 

Confira abaixo as principais publicações sobre o acidente:

Jogadores

Jogadores brasileiros como Neymar, Cafu, Robinho e Kaká prestaram apoio à Chapecoense. O acidente também causou comoção entre jogadores estrangeiros. O colombiano James Rodríguez, que veste a camisa do Real Madrid, escreveu uma mensagem em português aos familiares e amigos das vítimas do acidente aéreo.

 

 

 

O meia Camilo, atualmente no Botafogo, mas que até a temporada passada atuava pela Chapecoense, emociona-se ao falar dos ex-companheiros de clube.

Clubes estrangeiros

Times de futebol de todo o mundo também usaram suas contas no Twitter para manifestar apoio à Chapecoense. 

Na manhã desta terça-feira, Barcelona, Real Madrid e Benfica fizeram um minuto de silêncio antes dos treinos do dia em homenagem às vítimas do acidente aéreo.

Clubes que vivenciaram tragédias semelhantes no passado também prestaram solidariedade à Chapecoense. O time inglês Manchester United sofreu um acidente de avião em fevereiro de 1958, no aeroporto de Munique, no sul da Alemanha. No total, 23 pessoas morreram.  

Na década de 40, o time italiano Torino tinha uma das equipes mais fortes da Europa. Na volta de um amistoso em Lisboa, contra o Benfica, todos os passageiros a bordo morreram. Era o fim do Grande Torino, que também era a base da seleção italiana. 

O Libertad, do Paraguai, colocou seu elenco completo à disposição do clube catarinense para jogos amistosos que prestem homenagem aos mortos na tragédia.

Outros times, como o alemão Bayern de Munique, o francês Paris Saint-Germain e o egípcio Al Ahly SC também prestaram condolências. O Borussia Dortmund, da Alemanha, escreveu uma mensagem em português de apoio ao time catarinense.

 

 

O Racing Club, da Argentina, anunciou que homenageará a Chapecoense usando seu escudo na próxima partida.

O mítico estádio de Wembley, em Londres, anoiteceu com as cores da Chapecoense.

Clubes brasileiros

Muitos times brasileiros seguiram o exemplo da Chapecoense e trocaram a foto de perfil no Twitter por uma imagem do brasão do clube na cor preta. É uma demonstrar apoio ao clube catarinense.

 

 

 

A conta oficial da Chapecoense divulgou um vídeo com algumas das últimas imagens dos jogadores, antes do acidente. No vídeo, gravado dentro de um vestiário, eles aparecem felizes e empolgados com a Copa Sul-Americana. É a imagem dos jogadores que o clube quer eternizar.

O acidente ocorreu na madrugada desta terça-feira (29/11) numa região montanhosa nas proximidades de Medellín, no noroeste da Colômbia.  A equipe da Chapecoense viajava para Medellín, onde disputaria a primeira das duas partidas finais da Copa Sul-Americana contra o Atlético Nacional, da Colômbia, nesta quarta-feira. A partida foi suspensa pela Conmebol, bem como todas as atividades da confederação.

NT/ots

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados