1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Muitos chamados, mas poucos escolhidos

A reconstrução da igreja Frauenkirche de Dresden deverá estar concluída em 2005. Mas a cerimônia da sua reinauguração constitui desde já uma enorme dor de cabeça para os responsáveis pela obra.

default

A reconstrução da Frauenkirche já está bastante adiantada

O final das obras de reconstrução está previsto para meados de 2005, a reinauguração da Frauenkirche deverá ser no Dia da Reforma Protestante, em 31 de outubro do mesmo ano. A organização da solenidade ficará a cargo de Heinz Wissenbach, diretor financeiro da Fundação Frauenkirche Dresden, e de outros diretores da entidade que organizou e coordenou o ressurgimento do templo barroco.

Um problema praticamente insolúvel liga, no entanto, o financiamento das obras com a grande festa de gala em 2005. Ao ser criada a Fundação para a reconstrução da igreja, em 1994, foram lançadas as chamadas Stifterbriefe ("cartas de doação") para angariar os fundos necessários à obra. A todos os subscritores prometeu-se então presença garantida nos festejos de reinauguração.

Excesso de convites

As solenidades previstas para o 31 de outubro de 2005 incluem um culto religioso protestante e um concerto de música clássica. A Frauenkirche oferecerá lugar para um máximo de 1800 pessoas. Isto significa que, mesmo que todo convidado esteja presente a apenas um dos dois eventos, somente 3600 pessoas poderão acompanhar in loco a reinauguração da igreja.

Um número irrisório, pois cerca de 33 mil Stifterbriefe encontraram subscritores. Além disto, existem outros 50 mil doadores, que não subscreveram as "cartas de doação", mas já manifestaram o interesse em participar "ao vivo" das solenidades.

Heinz Wissenbach e seus colegas empenham-se agora em encontrar uma fórmula para corrigir a aritmética do financiamento. O primeiro passo será o de consultar – num processo de amostragem – cerca de mil subscritores de Stifterbriefe sobre sua eventual intenção de presenciar de fato a reinauguração da Frauenkirche.

Dinheiro contado

A Fundação Frauenkirche Dresden teme, além disto, que a exclusão de subscritores venha a ter conseqüências negativas para o seu trabalho posterior. Pois a tarefa da entidade não termina com a reinauguração da Frauenkirche. "Mesmo com a igreja pronta, não poderemos abrir mão dos doadores para a sua manutenção", afirma Heinz Wissenbach.

Até agora, foram arrecadadas doações no valor aproximado de 74 milhões de euros (cerca de 265 milhões de reais). A isto somam-se mais de 5 milhões de euros obtidos através de juros e de outras fontes, assim como 55,7 milhões de euros provenientes dos cofres públicos.

Até agora, os custos da reconstrução estão avaliados em cerca de 130 milhões de euros. E calcula-se que serão necessários mais 58,3 milhões de euros até a data da reinauguração. A verba para as solenidades de 2005 terá de vir então dos cofres públicos, afirma Heinz Wissenbach.

Leia mais

Links externos