1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Morreu Gilbert Bécaud: Um cantor de corpo e alma

Um dos maiores compositores de chansons do mundo, Gilbert Bécaud, faleceu nesta terça-feira (18), em Paris. O cantor e compositor francês de 74 anos foi vitimado por um câncer pulmonar.

default

Gilbert Bécaud, um dos maiores ídolos da "chanson" francesa

"A voz da França", como Bécaud ficou conhecido por quase meio século, se fez presente nas listas dos maiores hits mundiais e se popularizou com canções como Nathalie e Et Maintenant. O cantor contagiava o público não só com sua música, mas com suas performances no palco – um show de energia bem característico do "Monsieur 100 mil Volts".

Nascido em Toulon, no dia 24 de outubro de 1927, Gilbert Bécaud iniciou sua carreira como pianista em clubes parisienses, em 1946. A década de 50, representou um marco na carreira do compositor que, a partir de então, decidiu ser cantor. Os momentos de glória viriam logo em seguida com suas apresentações em uma grande tournee pelos Estados Unidos e sua aparição no prestigioso Olympia, em Paris.

Bécaud e sua música

Gilbert Bécaud compôs cerca de 400 chansons, uma ópera ( Opera d'Aran) e diversas músicas para filmes. Sua composição em parceria com Neil Diamond para o filme O Cantor de Jazz entrou para as paradas musicais dos Estados Unidos, bem como as músicas L' important, c'est la rose e La solitude n'existe pas. Outro sucesso do cantor, Et Maintenant, foi regravado mais de 150 vezes em todo o mundo. O último álbum do cantor francês, Faut faire avec, surgiu em 1999 e um novo disco será lançado no ano que vem.

Na década de 60, os sucessos de Bécaud estouraram na Alemanha. Freqüentemente, ele era convidado para participar de programas de televisão e concertos. Em 1973, foi condecorado com a Cruz Federal do Mérito alemã pela sua contribuição para a relação cultural entre a Alemanha e a França.

Bécaud e seu adeus

O cantor faleceu ás 6h em sua casa flutuante, na região de Bolonha. Segundo o seu agente Charley Marouani, Bécaud não quis ir ao hospital, preferiu permanecer junto a seus parentes e amigos. O amante do cigarro foi vitimado por um câncer pulmonar, o qual ele, certa vez, denominou como "um câncer amistoso", para camuflar a dor de seu sofrimento frente a seu público. Para os fãs do cantor, ficam as sua canções e um verso de adeus tirado da música What´s now my love: "Now there is nothing / Only my last goodbye".

Links externos