1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Ciência e Saúde

Morre um dos quatro rinocerontes brancos do norte remanescentes

Nola, de 41 anos, vivia no zoológico de San Diego e foi sacrificada após complicações causadas por uma infecção bacteriana. Agora restam apenas três exemplares.

default

Nola no zoológico de San Diego, na Califórnia

Um rinoceronte branco do norte morreu neste domingo (22/11) no zoológico de San Diego, nos Estados Unidos. A fêmea Nola tinha 41 anos e era um dos quatro exemplares ainda vivos – os outros três estão numa área de proteção no Quênia.

O animal, que sofria de artrite e outras doenças relacionadas à idade, estava sendo tratado por causa de uma infecção bacteriana. Nola fez uma cirurgia em 13 de novembro para drenar um tumor no quadril, identificado como a causa da infecção, mas sua saúde piorou na última semana.

Sem apetite e com expressão apática, a fêmea de 1,8 tonelada foi colocada sob cuidados médicos constantes até sua condição de saúde se deteriorar significativamente neste domingo. A equipe, então, "tomou a difícil decisão de sacrificá-la", afirmou o zoológico.

"Nola foi um animal icônico, não só para o Zoo San Diego, mas para todo o mundo", afirma a nota do zoológico. "Ao longo dos anos,

milhões de pessoas aprenderam sobre Nola e a situação dos rinocerontes na vida selvagem

por meio de visitas ao parque e os muitos artigos na imprensa."

Rinocerontes brancos do norte foram declarados extintos da natureza em 2008, por conta da caça em larga escala. Seus chifres são valorizados no mercado negro, principalmente porque algumas culturas acreditam que eles contêm propriedades medicinais.

Nola nasceu no Sudão, em liberdade, e foi capturada aos 2 anos de idade. Ela chegou ao Zoológico de San Diego em 1989, proveniente da República Tcheca, e era um dos animais mais queridos entre os visitantes.

Sua morte veio algumas semanas depois de seis rinocerontes brancos do sul terem sido enviados da África do Sul para o zoológico americano, como um esforço para tentar evitar a extinção total dos rinocerontes brancos do norte.

EK/afp/ap/lusa/rtr

Leia mais