1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

América Latina

Morre Ramón Castro, irmão mais velho de Fidel e Raúl

Conhecido como "Mongo", ele se destacou ao organizar uma rede de apoio aos rebeldes que lutavam contra Fulgencio Batista e passou a vida envolvido com a agricultura.

Ramón Castro, o irmão mais velho do líder cubano Fidel e do presidente Raúl, morreu nesta terça-feira (23/02), aos 91 anos, em Havana, informou a imprensa estatal de Cuba.

"Seus restos foram cremados e posteriormente serão trasladados ao lugar de seu nascimento", na localidade de Birán, província de Holguín, afirmou o site Cuba Debate. O local, uma fazenda comprada pelo pai dele, é o mesmo onde nasceram todos os irmãos.

Conhecido como "Mongo", o primeiro dos sete filho do espanhol Ángel Castro Argis e cubana Lina Ruz González se destacou por organizar uma rede para conseguir armas, munições, medicamentos e suprimentos como apoio à luta dos rebeldes cubanos contra a ditadura de Fulgencio Batista, na década de 1950.

Isso valeu a ele a prisão em 1953, ano do ataque ao Quartel Moncada, em Santiago de Cuba, uma ação que historiadores consideram o início da revolução liderada por Fidel Castro.

Enquanto os irmãos Fidel e Raúl continuavam lutando nas colinas do leste cubano, "Mongo" cuidava dos pais e das lavouras, administrando as terras de Ángel, um emigrante espanhol que havia chegado à ilha caribenha no início do século 20.

No livro de memórias Guerrilheiro do Tempo, Fidel recorda que era muito próximo do irmão. "Ramón sempre andava comigo, estávamos associados em todo tipo de aventuras, quase como se fôssemos gêmeos. Éramos mais ou menos contemporâneos, ainda que ele fosse um pouco mais velho do que eu."

"Mongo", casado e com cinco filhos, nasceu em 14 de outubro de 1924 e cursou engenharia agropecuária na Universidade de Havana. Depois da revolução de 1959, trabalhou como assessor nos ministérios da Agricultura e do Açúcar, além de exercer atividades agrícolas. Ele morava numa propriedade rural perto de Havana, onde se dedicava à agricultura.

AS/rtr/efe

Leia mais