Morre o ex-diretor do Festival de Bayreuth Wolfgang Wagner | Cultura europeia, dos clássicos da arte a novas tendências | DW | 22.03.2010
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Morre o ex-diretor do Festival de Bayreuth Wolfgang Wagner

Neto do compositor Richard Wagner conduziu o famoso festival de música durante mais de meio século, consolidando a fama mundial do evento dedicado à obra de seu avô.

default

Wagner morreu aos 90 anos

O antigo diretor do Festival de Bayreuth Wolfgang Wagner, neto do compositor Richard Wagner, faleceu neste domingo (21/03), aos 90 anos, em sua residência na cidade de Bayreuth, no sul da Alemanha. Segundo a filha Katharina Wagner, ele morreu de causas naturais.

Wolfgang foi durante mais de meio século, de 1951 a 2008, diretor do famoso festival dedicado à obra de seu avô. Ele consolidou a fama do evento musical e trouxe para Bayreuth diretores como Pierre Boulez (em 1976, na encenação do Anel do Nibelungo), Götz Friedrich ( Tannhäuser) e Christoph Schlingensief (que dirigiu Parsifal na edição de 2004).

O prefeito de Bayreuth, Michael Hohl, disse que Wolfgang Wagner abriu o festival para diretores talentosos de todo o mundo e levou grandes dirigentes e solistas para a cidade.

Herança nazista

Em 1950, ele e seu irmão Wieland reorganizaram o festival criado pelo avô e desacreditado devido à proximidade da família com os nazistas. A primeira edição ocorreu já no ano seguinte.

O festival trazia consigo a herança maldita das ligações da família Wagner com os nazistas. A mãe de Wolfgang e antiga diretora do festival, Winifred, era amiga de Adolf Hitler e o apoiou desde o começo. O próprio líder nazista visitou Wolfgang num hospital militar, após este ter sido gravemente ferido em combate em 1939, na Polônia.

Em 1940, depois de ter deixado a frente de combate, Wolfgang passou a trabalhar no Festival de Bayreuth e também na Preussische Staatsoper, de Berlim. Em 1950, ele assumiu a reorganização do Festival de Bayreuth ao lado do irmão Wieland.

Regentes de fora

Nos primeiros anos, a direção do festival foi dividida entre os dois irmãos, cabendo a Wolfgang principalmente a parte organizacional, enquanto Wieland era o responsável pela maioria das encenações. A boa situação financeira do festival é creditada a Wolfgang.

Com a morte prematura do irmão, em 1966, Wolfgang ficou sozinho na direção do evento. Suas encenações eram frequentemente tachadas de conservadoras. Em 1969, ele abriu o festival para diretores de fora, tornando possíveis encenações que ficaram famosas, como o Anel do Nibelungo, de 1976, por Pierre Boulez e Patrice Chéreau.

Grandes regentes, como Hans Knappertsbusch, Daniel Barenboim e Christian Thielemann, se apresentaram no Festival de Bayreuth, que todos os anos atrai quase 60 mil fãs de música para a pequena cidade alemã.

Wolfgang se afastou do comando do evento em 1º de setembro de 2008, quando transferiu a direção para as meias-irmãs Eva Wagner-Pasquier, de 64 anos, e Katharina Wagner, 31 anos.

AS/dpa/afp/ap

Revisão: Roselaine Wandscheer

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados