Morre Morgan Tsvangirai, líder da oposição no Zimbábue | Notícias e análises internacionais mais importantes do dia | DW | 14.02.2018
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Morre Morgan Tsvangirai, líder da oposição no Zimbábue

Político que desafiou ditadura de Robert Mugabe e que liderava o Movimento pela Mudança Democrática tinha 65 anos.

Zimbabwe Oppositionsführer Morgan Tsvangirai (picture-alliance/AP Photo/T. Mukwazhi)

O líder opositor Morgan Tsvangirai, em foto de 2017.

Morgan Tsvangirai, o líder do Movimento pela Mudança Democrática (MDC), principal partido da oposição no Zimbábue, morreu nesta quarta-feira (14/02) devido a um câncer de cólon, informou o vice-presidente da legenda.

"Como sabem, o nosso presidente não tem se sentido bem há algum tempo. É triste para mim anunciar que perdemos o nosso ícone, um lutador pela democracia. Nossos pensamentos e orações estão com a família e a nação neste momento", escreveu no Twitter o número dois do MDC, Elias Mudzuri.

Nos últimos dias, a imprensa local apontou que Tsvangirai, que tinha 65 anos, estava no hospital Wits Donald Gordon de Johanesburgo "afetado pelo esgotamento e a perda de peso e massa muscular".

A imprensa local já aponta para uma divisão dentro da MDC de olho nas eleições gerais que devem ser realizadas antes de julho, nas quais o partido tentará tirar do poder o partido governante, a União Nacional Africana do Zimbabué-Frente Patriótica (ZANU-PF), e seu líder e atual presidente do país, Emmerson Mnangagwa, que recentemente sucedeu o antigo ditador Robert Mugabe.

O delicado estado de saúde de Tsvangirai nos últimos dias aumentou as lutas internas, já que alguns líderes tentaram ocupar o vácuo deixado pelo político.

O líder opositor foi uma figura importante na política recente do país, ao se tornar a principal ameaça do deposto ditador Robert Mugabe, a quem chegou a derrotar no primeiro turno das eleições de 2008 antes de retirar sua candidatura no segundo turno após ameaças e uma onda de violência política.

Após a queda de Mugabe em um golpe militar em novembro passado e as promessas de seu substituto, Mnangagwa, de realizar eleições "limpas, justas e críveis", a expectativa era que Tsvangirai fosse o principal rival da situação como líder de uma coalizão de vários partidos da oposição.

_______________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube | WhatsApp | App

JPS/efe

 

Leia mais