1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Morre Marcel Reich-Ranicki, o "papa" da crítica literária alemã

Jornalista, que sobreviveu ao Gueto de Varsóvia e à perseguição nazista, tinha 93 anos e lutava contra o câncer. Na Alemanha, era conhecido como o "papa da literatura".

Morreu nesta quarta-feira (18/09), aos 93 anos, o crítico literário Marcel Reich-Ranicki. A notícia foi divulgada pelo jornal alemão Frankfurter Allgemeine Zeitung, cujo suplemento cultural foi por muito tempo editado pelo jornalista.

De origem judaica, Reich-Ranicki nasceu em 1920 na cidade polonesa de Wloclawek, numa família teuto-polonesa, e passou a juventude em Berlim. Ele sobreviveu ao Gueto de Varsóvia e à perseguição nazista, retornando à Alemanha em 1958. Em março passado, Reich-Ranicki tornou pública a sua luta contra um câncer.

O crítico ficou famoso na Alemanha por causa do programa de televisão Das Literarische Quartett (O quarteto literário), em que debatia literatura com mais três apresentadores. Suas posições firmes e críticas duras lhe renderam inúmeras inimizades entre os literatos alemães. A popularidade rendeu a ele a alcunha de "papa da literatura".

Ele também publicou uma biografia, Mein Leben (Minha vida, em tradução livre), que vendeu mais de 1,2 milhão de cópias, segundo a editora.

AS/dpa

Leia mais