1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Morre maestro Nikolaus Harnoncourt

Mundialmente prestigiado, regente austríaco morre aos 86 anos, poucos meses após anúncio de sua aposentadoria. Harnoncourt foi pioneiro em projetos experimentais em obras clássicas renascentistas e barrocas.

O prestigiado maestro austríaco Nikolaus Harnoncourt morreu no sábado, aos 86 anos, anunciou sua família neste domingo (06/03). O maestro tinha anunciado em dezembro sua aposentadoria profissional devido a problemas de saúde.

"Nikolaus Harnoncourt morreu serenamente rodeado de sua família. A dor e agradecimento são grandes. Foi uma relação maravilhosa", afirmou sua esposa, Alice Harnoncourt, num curto comunicado.

Thomas Angyan, diretor da famosa sala de concertos Musikverein de Viena, da qual Harnocourt era membro de honra, expressou a consternação do mundo da música.

"Uma era chegou ao fim", lamentou. "Nunca esperei que entre a sua aposentadoria do mundo dos concertos e a sua morte houvesse um período tão curto. Ele era o original do seu original [...]. Devemos continuar o legado musical que nos deixa."

O conde Nikolaus de la Fontaine und d'Harnoncourt-Unverzagt nasceu em Berlim em 1929, mas passou a sua infância na cidade austríaca de Graz, onde anos depois criou o festival Styriate, que se realiza anualmente. Ele foi violoncelista da Orquestra Sinfônica de Viena e professor de Interpretação na Universidade Mozarteum, de Salzburgo.

Nikolaus Harnoncourt Wiener Philharmoniker

O maestro Nikolaus Harnoncourt em ação na Orquestra Filarmônica de Viena, em janeiro de 2003

O Concentus Musicus Wien, criado por Harnoncourt em 1953 quando tocava violoncelo naquela orquestra, dedicou-se à interpretação de música renascentista e barroca europeia usando instrumentos de época. A partir de numerosos projetos de investigação, principalmente de obras de Johan Sebastian Bach, Ludwig van Beethoven e Joseph Haydn, ajudou a revolucionar a interpretação desta música.

Harnoncourt deixou a Orquestra Sinfônica de Viena em 1969, depois de causar incômodos com seu questionamento das normas estabelecidas na cena da música clássica.

Como maestro, Harnoncourt trabalhou com os principais solistas e as grandes orquestras europeias e o seu trabalho discográfico engloba óperas, oratórios e obras sinfônicas dos séculos 18 e 19. Em 2001, ele recebeu um prêmio Grammy pela gravação da obra "Paixão Segundo São Mateus", do compositor alemão Bach.

"A morte de Nikolaus Harnoncourt é uma insubstituível perda para vida musical austríaca e internacional", declarou o presidente da Áustria, Heinz Fischer, que está em visita de Estado à Colômbia.

PV/lusa/dw

Leia mais