Morre fundador da empresa de cosméticos Yves Rocher | Notícias e análises internacionais mais importantes do dia | DW | 27.12.2009
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Morre fundador da empresa de cosméticos Yves Rocher

O fundador do grupo industrial Yves Rocher faleceu em Paris aos 79 anos em consequência de um acidente vascular cerebral. Rocher desprezava cosméticos com ingredientes sintéticos e buscava "a beleza através das plantas".

default

Após a morte de Yves Rocher, neste sábado (26/12) em um hospital parisiense, o presidente francês, Nicolas Sarkozy, elogiou o fundador do grupo Yves Rocher como "um grande industrial francês, inventor dos cosméticos à base de plantas e pioneiro no comércio à distância".

O empresário, nascido em 7 de abril de 1939 em La Gacilly, na Bretanha, foi também prefeito dessa localidade durante 46 anos. Há 50 anos, iniciou ali a produção de artigos de beleza, rechaçando o uso de produtos químicos sintéticos. Para a distribuição de seus produtos, criou um catálogo (Livro Verde da Beleza) e fazia a distribuição por via postal.

Opção por produção ecológica

Hoje, o grupo Yves Rocher movimenta hoje mais de 2 bilhões de euros, está presente em 80 países e possui 15 mil funcionários. A família Rocher detém três quartos das ações do grupo, do qual fazem parte as marcas Yves Rocher, Daniel Jouvance e Kiotis. Em 1988, adquiriu a grife infantil Petit Bateau, então ameaçada de falência.

Um terço das plantas usadas na fabricação dos produtos naturais é cultivado em seus 44 hectares de agricultura ecológica. Em 2007, o patriarca passou a direção da empresa ao seu neto, Bris. O grupo mostrou-se capaz de enfrentar multinacionais como a L'Oreal, e ocupa atualmente a 18ª posição no ranking mundial da indústria de cosméticos.

Rocher sempre rechaçou os cosméticos fabricados com matérias animais. Em vez disso, defendia "a beleza através das plantas". Ao mesmo tempo, fomentou a proteção do meio ambiente. Para isso, criou a fundação Yves Rocher – Institut de France, que concede a cada ano um prêmio dotado de 18 mil euros às mulheres que se dedicam especialmente à natureza.

Ervas no sótão

"Encontro muitos homens em seminários e simpósios, mas quando se trata de colocar algo em prática, me encontro com mulheres", dizia o empresário, alegando que, por pensarem seus filhos, elas agem.

Yves Rocher preparou sua primeira pomada aos 14 anos de idade, misturando ervas no sótão da cada de seus pais. Em 1959, fundou a empresa Yves Rocher, fiel a sua filosofia de "produtos cosméticos ecológicos".

Ao primeiro produto, um creme contra hemorróidas, seguiram-se cremes para o rosto, cabelos e corpo. Inicialmente, a distribuição a partir da distante Bretanha era feita pelo correio. Hoje, os produtos são vendidos em lojas e através de franquias.

RW/ap/dpa
Revisão: Augusto Valente

Leia mais