1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Moody's baixa nota da Itália em dois níveis

A agência de classificação de risco diz que a nota pode piorar ainda mais e que a Itália corre risco de "contágio" diante dos problemas enfrentados por outros países da zona do euro.

A agência de classificação de risco Moody's informou nesta quinta-feira (12/07) a decisão de baixar o rating da dívida italiana em dois níveis, de A3 para Baa2, e advertiu que poderia aplicar novos cortes se o acesso da Itália aos mercados financeiros piorar ou se o país necessitar de ajuda externa.

Na prática, o corte no rating da Itália gera ainda mais desconfiança nos mercados e investidores estrangeiros interessados em adquirir títulos do país.

A Moody's justificou a medida com o aumento da suscetibilidade da Itália para o "risco de contágio" de acontecimentos políticos europeus, como a hipótese da saída da Grécia da zona do euro, ou da necessidade de nova ajuda financeira à Espanha.

Além disso, a agência informou que a Itália registra fraco crescimento econômico e constante aumento nos índices de desemprego, o que deteriora as perspectivas a curto prazo do país e cria riscos de incumprimento dos objetivos de consolidação fiscal.

Com essa mudança, o rating da Itália fica apenas dois pontos acima do nível de "lixo", o que pode implicar o aumento dos custos de empréstimos, na hipótese de venda de títulos da dívida nesta sexta-feira.

A implementação bem-sucedida das medidas econômicas e fiscais, fortalecendo as perspectivas de crescimento e o equilíbrio do país, poderiam levar a uma avaliação mais positiva e estável, informou a Moody.

AFN/lusa/rtr/dpa
Revisão: Alexandre Schossler

Leia mais