1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Miss Germany pode perder o título

Katrin Wrobel, a mulher que foi eleita a mais bonita da Alemanha em 2002, tem um objetivo claro: quer fazer carreira. Para isto, está disposta até a renunciar ao título.

default

As vencedoras do concurso "Miss Germany 2002". No centro, Katrin Wrobel.

A assistente de odontologia Katrin Wrobel, 24 anos, foi eleita miss Germany 2002 no final do mês de janeiro deste ano. Reinando desde então como a representante máxima da beleza alemã, ela começou a expressar umas idéias que não condizem com o posto que ocupa.

Toda miss é recatada, comportada, gentil e sorridente. Os dois últimos quesitos fazem parte da natureza da berlinense Katrin. Já recatada e comportada são qualidades que ela considera discutíveis. Por que uma miss não pode, por exemplo, se casar? Ou, quem sabe, posar nua?

Porque o contrato assinado entre a miss Germany e a organização que promove o concurso contém cláusulas que visam manter os bons costumes. Katrin, por sua vez, não quer ser tolhida da possibilidade de fazer o que deseja desde a conquista do título, mesmo que seja por apenas um ano. Por isso, decidiu romper o contrato com a Miss Germany Corporation (MGC).

"Em nossa opinião, o contrato é um tanto moralista", disse Christian Schertz, advogado de Katrin. Ele, entretanto, considera este fator secundário. Muito mais importante no momento é garantir que sua cliente possa tomar atitudes durante o seu "reinado" sem estar atrelada a cláusulas e regras de comportamento.

Vida própria - Com a rescisão do contrato, Katrin acredita que poderá fazer o seu próprio marketing, tendo a liberdade de optar por uma carreira de modelo, apresentadora de TV ou mesmo assumir o papel de garota-propaganda. "O contrato pode ser anulado a qualquer momento por quebra de confiança", esclareceu o advogado.

Acordo - O diretor da MGC, Ralf Klemmer, assegurou que o contrato continua vigorando e espera chegar a um acordo com a miss. Caso isso não aconteça, Katrin terá que devolver a coroa e irá perder o título para a segunda colocada, Simone Wolf-Reinfurt, de Hesse. Ele revelou que, desde que o concurso foi criado, há 42 anos, esta é primeira vez que enfrenta a rebeldia de uma miss.

Klemmer frisou que as candidatas são informadas das condições impostas antes de pisarem na passarela. E, além disso, é normal que uma miss não exponha sua nudez nem resolva se casar durante o ano em que é a representante da beleza de seu país.

Tanto faz - "Se tiver realmente que devolver a coroa, não será tão trágico assim", estima o advogado. Afinal, isso não vai mudar o fato de Katrin já ter assumido uma vez o título de miss Germany, mesmo que por um tempo menor do que o esperado. "Esta vitória já faz parte de sua vida", destacou Christian Schertz.

Mistério - Resta saber exatamente quais são os planos da moça, caso perca definitivamente a coroa. Atualmente ela participa de um programa de entretenimento na TV que sairá do ar nos próximos meses. Talvez Katrin já tenha novos planos que só serão revelados em um momento mais oportuno.