1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Ministro rechaça especulações sobre missão no Iraque

Rudolf Scharping destacou que os preparativos para o envio de peritos em armas químicas, biológicas e nucleares das Forças Armadas alemãs à península árabe não significa que sejam empregados no Iraque.

default

Soldados alemães em treinamento

O ministro alemão da Defesa, Rudolf Scharping, contestou os rumores de que soldados das Forças Armadas (Bundeswehr) participarão de uma missão militar contra o Iraque.

Embora parte do contingente especializado da Bundeswehr e os tanques do tipo Fuchs tenham encerrado treinamento específico há pouco tempo, o ministro garante que "no momento, não há nada de concreto sobre seu envio à península árabe".

O político social-democrata confirmou, no entanto, que os Estados Unidos solicitaram peritos em armas químicas, biológicas e nucleares às Forças Armadas alemãs para a luta antiterror, mas sua missão ainda não foi definida.

Por questões de segurança, o número de soldados não foi revelado. A emissora de televisão ZDF noticia que serão 50 homens, que seriam estacionados no Kuwait. Scharping ressaltou ainda ser uma equipe com fins especificamente defensivos.

O envio de até 800 soldados da Bundeswehr especializados em detectar armas químicas, biológicas e nucleares foi aprovado pelo Parlamento em 16 de novembro do ano passado. Scharping acrescentou que as bancadas federais dos partidos serão informadas nos próximos dias.

60 mil soldados para missões no exterior

As Forças Armadas da Alemanha dispõem de um contingente de 60 mil soldados para missões no exterior. Segundo o governo, 3,9 mil foram disponibilizados para o combate internacional ao terrorismo.

Destes, até 1,2 mil podem participar da missão de paz no Afeganistão e outros 7,8 mil já estão estacionados nos Bálcãs para as diversas missões de paz na Bósnia, em Kosovo e na Macedônia.

Links externos