1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Ministro grego das Finanças renuncia

Yanis Varoufakis afirma que está deixando o cargo para ajudar premiê Alexis Tsipras nas negociações com credores. Anúncio surpreendente é feito horas após a vitória do "não" em referendo sobre medidas de austeridade.

"Minister no more!" O ministro grego das Finanças, Yanis Varoufakis, disse nesta segunda-feira (06/07) que está deixando o cargo. O anúncio surpreendente veio horas após a

expressiva vitória do "não" no referendo

sobre as condições impostas pelos credores para o resgate do país. Varoufakis justificou a renúncia afirmando que a decisão vai ajudar o primeiro-ministro, Alexis Tsipras, na negociação com os credores.

Em meio a relações já tensas, Varoufakis enfureceu os parceiros europeus na semana passada, ao

acusar os credores de fazerem "terrorismo" contra o povo grego

para pressioná-los a aceitar mais austeridade.

Varoufakis anunciou a renúncia no Twitter, com as palavras "Ministro não mais!" e o link para um comunicado em seu blog.

No comunicado, Varoufakis disse ter tomado conhecimento de que alguns membros da zona do euro preferiam a sua ausência nas reuniões dos ministros das Finanças da união monetária e que essa foi "uma ideia que o primeiro-ministro julgou ser potencialmente útil para que se chegue a um acordo".

"Por esse motivo, estou deixando o Ministério das Finanças hoje", escreveu. Varoufakis disse considerar ser sua obrigação ajudar Tsipras a explorar "o capital que o povo grego nos deu através do referendo" deste domingo.

Na votação, 61,31% dos gregos disseram "não" às medidas de austeridade impostas pelos credores da dívida grega em troca do resgate econômico. Tsipras classificou a escolha de "histórica e valente".

"O referendo de 5 de julho entrará para a história como um momento único em que uma pequena nação europeia se levantou contra a escravidão da dívida", escreveu Varoufakis em seu blog.

O substituto do ministro das Finanças será anunciado após uma reunião das lideranças políticas, convocada para a manhã desta segunda-feira, informou um porta-voz do governo grego. O favorito para o cargo seria Euclid Tsakalotos, coordenador das negociações com os credores da Grécia.

LPF/rtr/ap/dpa

Leia mais