1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Ministro do Exterior alemão visita Faixa de Gaza

Visita de ministro alemão a território palestino vem em meio a expectativas sobre retomada do diálogo de paz com Israel. Frank-Walter Steinmeier descreveu as condições na Faixa de Gaza como "catastróficas".

Palästina Steinmeier besucht Gazastreifen

Ministro Frank-Walter Steinmeier (c) visita porto de pescados na Faixa de Gaza

Em sua visita à Faixa de Gaza nesta segunda-feira (1°/06), quase um ano após a guerra de 50 dias entre Israel e grupos armados palestinos, o ministro alemão do Exterior, Frank-Walter Steinmeier, classificou a situação dos 1,8 milhão de habitantes do pequeno território palestino como "catastrófica".

"Não podemos esperar até que as negociações sobre uma solução de dois Estados sejam reiniciadas para melhorar as condições de vida", afirmou Steinmeier, que também visitou em Gaza uma escola das Nações Unidas para meninas, construída com o apoio do governo alemão.

Pouco foi feito para a reconstrução da Faixa de Gaza depois da guerra que deixou mais de 2,2 mil palestinos mortos em meados do ano passado. As fronteiras do território continuam fortemente vigiadas por Egito e Israel.

Na rara visita de um diplomata ocidental de alto escalão à Faixa de Gaza, Steinmeier também conheceu um porto de pescadores (foto), mas evitou contato com membros do grupo radical Hamas, que detém o governo na região.

De acordo com a agência de notícias DPA, uma fonte do Hamas negou rumores de que a visita estaria relacionada a conversações secretas para a troca de prisioneiros entre o Hamas e Israel.

Solução de dois Estados

No domingo, Steinmeier se reuniu com o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, e com o presidente, Reuven Rivlin, tendo também visitado o premiê palestino, Rami Hamdallah, em Ramallah. O ministro alemão apelou a ambas as partes para que retomem as negociações de paz.

Ele alertou para uma nova guerra entre palestinos e israelenses. "Estamos sentados sobre um barril de pólvora aqui. Temos de assegurar que ele não vai explodir", declarou o ministro.

A visita de Steinmeier à região, durante a qual ele recebeu o título de doutor honoris causa pela Universidade Hebraica de Jerusalém, acontece no contexto da comemoração de 50 anos de relações diplomáticas entre Israel e Alemanha.

CA/dpa/afp

Leia mais