1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Ministro alemão volta a defender saída temporária do euro para a Grécia

Wolfgang Schäuble diz que país dificilmente sairá da situação em que se encontra sem um corte na dívida, mas que este é incompatível com a permanência na união monetária.

O ministro das Finanças da Alemanha, Wolfgang Schäuble, voltou a afirmar nesta quinta-feira (16/07) que a saída temporária da zona do euro "talvez fosse, de longe, o melhor caminho para a Grécia".

Schäuble lembrou que muitos economistas, também na Grécia, duvidam que o país possa sair da situação em que está sem um corte da dívida. "Mas todos sabem que um corte da dívida não é compatível com a permanência na união monetária", disse o ministro, em entrevista à emissora alemã Deutschlandfunk.

Por isso, uma saída voluntária da zona do euro seria a melhor opção para a Grécia, afirmou, acrescentando que essa possibilidade ganha adeptos também entre os gregos.

O Fundo Monetário Internacional (FMI) também classificou como insustentável a dívida da Grécia e defendeu um corte.

Na mais recente cúpula do Eurogrupo, em Bruxelas, Schäuble já havia sugerido a saída temporária da Grécia da união monetária por cinco anos, mas a proposta não foi encampada pelos demais ministros das Finanças.

MP/dpa/lusa/afp

Leia mais