1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Ministro alemão vai a Ancara pedir moderação a turcos e sírios

Na volta de viagem oficial à China, Guido Westerwelle passará por Ancara para pedir calma aos governos da Turquia e da Síria, e que evitem uma escalada da violência na região.

O ministro alemão do Exterior, Guido Westerwelle, participa de uma reunião na Turquia neste sábado (13/10) para discutir a crise na Síria. Westerwelle, que estava em Pequim nesta sexta-feira, afirmou estar muito "preocupado" com o agravamento do conflito entre aliados do presidente sírio Bashar al Assad e forças da oposição, e apelou à moderação de todas as partes envolvidas no conflito, pois uma "escalada" da violência poderia envolver "toda a região". Durante a escala na Turquia, Westerwelle deverá se encontrar com o ministro turco do Exterior, Ahmed Davutoglu.

As declarações do ministro alemão foram dadas dois dias após um avião de passageiros com destino a Damasco, proveniente de Moscou, ter sido obrigado pela Força Aérea turca a aterrissar em Ancara.

Segundo o governo turco,o avião da Syrian Air interceptado levava munições de fabricação russa destinadas ao Ministério sírio da Defesa. "É inaceitável que armas estejam sendo entregues ao regime sírio", afirmou Westerwelle. Ele ainda declarou que a Turquia deve evitar qualquer "provocação".

Guido Westerwelle

Guido Westerwelle

Nesta sexta-feira, a Turquia mandou aviões de combate para a fronteira com a Síria, depois de um helicóptero militar sírio ter bombardeado a cidade de Azmarin, na fronteira entre os dois países. Durante toda a semana, foram intensos os combates entre forças do governo sírio e localidades vizinhas, região que se opõe ao regime Assad.

Os conflitos ao longo dos 900 quilômetros da fronteira sírio-turca invadiram território turco na semana passada, levando o exército deste país a realizar contra-ataques.

MSB/rtr/lusa/afp/dapd
Revisão: Roselaine Wandscheer

Leia mais