1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Ministro alemão chama espionagem feita pelos EUA de "burrice"

Segundo Wolfgang Schäuble, parceria com os EUA ajudou a Alemanha a se defender de várias ameaças terroristas, mas isso não significa "que os americanos possam recrutar aqui pessoas de terceira categoria".

O ministro alemão das Finanças, Wolfgang Schäuble, acusou os Estados Unidos de estarem abalando sua relação com a Alemanha com os recentes escândalos de espionagem, os quais ele qualificou de "burrice".

O político declarou nesta quarta-feira (09/07) temer um distanciamento entre os dois países após a divulgação pela imprensa de que um segundo caso de espionagem americana está sendo investigado na Alemanha.

Segundo Schäuble, é verdade que a parceria com os EUA ajudou a Alemanha a se defender de várias ameaças terroristas, mas isso não significa "que os americanos possam recrutar aqui pessoas de terceira categoria".

"Isso é tão estúpido que só resta chorar por tamanha burrice. Por isso a chanceler is not amused [não está contente]", afirmou, em entrevista à emissora de televisão Phoenix.

Mas Schäuble disse também que os recentes estranhamentos na relação entre Estados Unidos e Alemanha não devem ser superestimados. Para o ministro, outros países representam uma ameaça muito maior do que os EUA, que já comprovaram diversas vezes ser um parceiro confiável da Alemanha.

Além disso, sem as informações repassadas pelos serviços secretos americanos, a Alemanha não teria "a menor chance" de se defender de ameaças terroristas, acrescentou.

Depois do recente caso de um funcionário do Departamento Federal de Investigações (BND, em alemão), acusado de espionar para os EUA, o escândalo de espionagem ganhou um novo capítulo nesta quarta-feira. Desta vez, um militar da Bundeswehr (Forças Armadas) é investigado por suspeito de espionagem para os americanos, segundo a imprensa alemã.

BA/rtr/dpa

Leia mais