1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Economia

Microsoft anuncia corte de 18 mil empregos

Reestruturação supera a da crise de 2009 e será a maior da história da companhia fundada por Bill Gates. Mudanças, segundo presidente, buscam tornar a empresa mais ágil e dinâmica.

A Microsoft anunciou nesta quinta-feira (17/07) um plano de reestruturação que envolve o corte de 18 mil postos de trabalho, o que representa 14% do total de funcionários. A maioria das demissões deve acontecer até o final deste ano. As demais serão feitas até junho de 2015.

Em comunicado, a empresa fundada por Bill Gates indicou que a reestruturação terá um custo de entre 1,1 e 1,6 bilhão de dólares nos próximos quatro trimestres. O valor inclui entre 750 e 800 milhões de dólares em indenizações para demissões e benefícios relacionados.

O presidente Microsoft, o indiano Satya Nadella, enviou um email a todos os funcionários comunicando as mudanças. Na mensagem, ele afirma que as medidas eram necessárias para que a companhia fosse mais “ágil e dinâmica”.

O corte é o maior da história da empresa e supera os feitos em 2009. Na época, cerca de 5.800 funcionários, 6% da força de trabalho, foram demitidos por conta da recessão. Com as mudanças, a Microsoft quer tirar seu foco dos softwares para a venda de serviços online, aplicativos e dispositivos.

Quando assumiu a presidência, Nadella disse que pretende fazer da Microsoft um concorrente mais forte para Google e Apple, que têm dominado a nova era de computação.

BA/ ap/ rtr/ dpa