Messiaen: Sinfonia Turangalîla | Cultura europeia, dos clássicos da arte a novas tendências | DW | 16.04.2009
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Messiaen: Sinfonia Turangalîla

default

"A Sinfonia Turangalîla é um canto de amor, um hino de alegria, uma alegria que é super-humana, transbordante, ofuscante, ilimitada." Num estilo tipicamente extático, assim Olivier Messiaen (1908-1992) definiu a obra composta entre 1946 e 1948 e revisada em 1990. O título vem do sânscrito: turanga – tempo, movimento, ritmo – e lîlâ – jogo ou amor. O compositor francês emprega um grande aparato orquestral, complementado por variado contingente de percussão, piano solo e o instrumento eletrônico ondes martenot. Seus dez movimentos: Introduction; Chant d'amour I; Turangalîla I; Chant d'amour II; Joie du sang des étoiles; Jardin du sommeil d'amour; Turangalîla II; Développement de l'amour; Turangalîla III; Final.