1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Copa do Mundo

Messi brilha de novo e classifica Argentina invicta às oitavas

Com Beira-Rio lotado de argentinos, camisa 10 faz dois gols contra a Nigéria, se iguala a Neymar na artilharia da Copa e garante primeiro lugar do Grupo F. Mesmo com a derrota, africanos avançam.

Com Lionel Messi novamente decisivo, a Argentina venceu nesta quarta-feira (25/06) a Nigéria por 3 a 2, em Porto Alegre, e avançou em primeiro lugar, com 100% de aproveitamento, às oitavas de final. O resultado também classificou os africanos.

Numa partida marcada pôr gols-relâmpago e pela invasão argentina ao Beira-Rio, Messi abriu o placar aos dois minutos, e Musa empatou aos três. Pouco antes do intervalo, o camisa 10 do Barcelona fez 2 a 1, em cobrança de falta perfeita, e se igualou a Neymar com quatro gols na artilharia da Copa.

E, na volta dos vestiários, o mesmo Musa empatou novamente a partida. O gol da vitória argentina saiu aos cinco minutos do segundo, num lance de sorte do lateral Marcos Rojo.

Com a vitória, os argentinos jogarão as oitavas de final contra o segundo colocado do Grupo E, na próxima terça-feira, em São Paulo. Já os nigerianos – que se classificaram beneficiados pela derrota do Irã para a Bósnia – estrearão no mata-mata um dia antes, em Brasília.

O jogo

A partida começou eletrizante. Com dois minutos, Messi aproveitou rebote de chute de Di María, que acertou a trave, para fazer o gol mais rápido de sua carreira e abrir o placar. Aos três, Musa recebeu pela esquerda, limpou Zabaleta, chutou de fora da área e empatou a partida.

Fußball WM 2014 Argentinien - Nigeria

Messi chuta forte para fazer 1 a 0

Nunca na história dos Mundiais dois gols haviam sido marcados tão rapidamente. O jogo, então, diminuiu de ritmo – o empate garantia o primeiro lugar argentino na chave e a classificação nigeriana. A Argentina passou a mostrar as mesmas dificuldades de criar das duas primeiras partidas.

Depois do gol, sua melhor chance foi aos 19 minutos, quando Messi cobrou falta da lateral direita e o volante Obi Mikel quase fez gol contra. E a bola parada passou a ser o recurso mais usado pela Argentina – e seu camisa 10 – para levar perigo.

Aos 43, Messi cobrou falta no ângulo esquerdo do goleiro nigeriano, que fez grande defesa e colocou para escanteio. E dois minutos depois, em cobrança da mesma posição, ele não perdoou: um chute perfeito, novamente no canto esquerdo do gol nigeriano, balançou as redes, deixando Enyeama sem ação.

O segundo tempo começou como o primeiro. Logo a um minuto, Musa tabelou, invadiu a área e tocou com categoria na saída de Romero para empatar. Aos cinco, Lavezzi cobrou escanteio da direita, e Rojo, de joelho, colocou a Argentina novamente na frente.

Com a classificação assegurada, o técnico Alejandro Sabella resolveu poupar Messi. E com o camisa 10 fora, o ímpeto argentino caiu. A Nigéria cresceu no jogo, porém sem pressa – o Irã estava sendo derrotado pela Bósnia, e o resultado classificava os africanos.

Fußball WM 2014 Argentinien Nigeria Tor

Em cobrança de falta perfeita, o 2 a 1 e artilharia da Copa, ao lado de Neymar

Aos 28, Odemwingie cruzou da direita, e Musa chutou de primeira, da entrada da área, e quase fez o seu terceiro no jogo. Aos 32, uma bela jogada ensaiada argentina quase resultou no 4 a 2. Numa falta na entrada da área, se posicionaram para cobrar dois jogadores. Com o apito, Lavezzi disparou em direção ao gol, recebeu um passe por cima da barreira de Di María e chutou de primeira, para boa defesa do goleiro nigeriano.

Cientes do resultado da partida entre Irã e Bósnia, as duas equipes se acomodaram nos últimos 15 minutos. E ambas saíram do Beira-Rio com o que queriam: a classificação às oitavas de final - com a Argentina em primeiro e a Nigéria em segundo.

Ficha técnica

Nigéria 2 x 3 Argentina

Local: Estádio Beira-Rio, Porto Alegre

Arbitragem: Nicola Rizzoli (Itália), auxiliado por seus compatriotas Renato Faverani e Andrea Stefani.

Gols: Lionel Messi (2'/1T e 46'/1T), Ahmed Musa (4'/1T e 2'/2T) e Marcos Rojo (5'/2T)

Cartões amarelos: Kenneth Omeruo (4'/2T), Juwon Oshaniwa (6'/2T)

Nigéria: Vincent Enyeama; Efe Ambrose, Joseph Yobo, Juwon Oshaniwa, Kenneth Omeruo; Ogenyi Onazi, John Obi Mikel, Ahmed Musa, Michael Babatunde (Michael Uchebo 20'/2T); Peter Odemwingie (Uche Nwofor 35'/2T) e Emmanuel Emenike. Técnico: Stephen Keshi.

Argentina: Sergio Romero; Pablo Zabaleta, Ezequiel Garay, Federico Fernández, Marcos Rojo; Fernando Gago, Javier Mascherano, Ángel Di María; Sergio Agüero (Ezequiel Lavezzi 35'/1T), Lionel Messi (Ricardo Álvarez 18'/2T) e Gonzalo Higuaín (Luvas Biglia 45'/2T). Técnico: Alejandro Sabella.

Leia mais