1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Merkel: "Se o euro fracassar, a Europa fracassa"

Chanceler federal alemã defende valores europeus e diz que não se pode abandonar a busca por um acordo com Atenas. "Precisamos promover mais e mais a habilidade de chegar a um consenso", afirma.

A chanceler federal alemã, Angela Merkel, afirmou nesta segunda-feira (19/06) que ainda é necessário buscar um consenso em relação à crise da Grécia, enquanto uma possível saída do país da zona do euro abala mercados financeiros em todo o mundo.

"Se perdermos a habilidade de chegar a um consenso, a Europa estará perdida. É nesse sentido que a frase que já venho dizendo com frequência deve ser entendida: se o euro fracassar, a Europa fracassa", afirmou Merkel durante um congresso de seu partido, a União Democrata Cristã (CDU), em Berlim.

A chanceler afirmou ser necessário lutar pela defesa dos princípios da União Europeia, que segundo ela poderá ter sua imagem abalada com a atual crise grega. Merkel alertou sobre os riscos para o bloco europeu, afirmando que uma extensão a curto prazo do resgate financeiro à Grécia poderia trazer danos a médio e longo prazo.

"Isso pode nos prejudicar ao ponto que poderíamos deixar de ser relevante para o mundo e nossa unidade poderia desaparecer", disse a chanceler, antes de participar de uma reunião de emergência no Parlamento para discutir a crise. "É por isso que precisamos promover mais e mais a habilidade de chegar a um consenso, assim como os princípios da Europa."

Em pronunciamento à nação no domingo, o primeiro-ministro grego Alexis Tsipras afirmou que pedirá uma extensão de curto prazo do resgate financeiro ao país para além do dia 30 de junho, quando expira o prazo para o pagamento de 1,6 bilhão de euros devidos pela Grécia ao FMI.

Crise abala mercados financeiros

No domingo, o governo de Atenas ordenou o fechamento dos bancos do país até o dia 7 de julho, em uma tentativa de evitar o colapso financeiro. O mercado de ações do país também permanecerá fechado durante esse período.

O banco central da Grécia recomendou no domingo a imposição de controles financeiros após o Banco Central Europeu (BCE) decidir não ampliar o volume de financiamento de emergência disponibilizado aos bancos do país.

As ações nas bolsas de valores da Europa e da Ásia despencaram nesta segunda-feira, após o anúncio das medidas tomadas pelo governo grego.

O porta-voz de Angela Merkel, Steffen Seibert, afirmou que o contato entre o governo alemão e Atenas continua aberto, e que a chanceler está preparada para manter conversações com Tsipras a qualquer momento.

O ministro alemão das Finanças, Wolfgang Schläuble, também está aberto a conversações com seu colega grego, segundo afirmou um porta-voz de seu ministério.

RC/afp/dpa

Leia mais

Áudios e vídeos relacionados