Merkel reitera que tropas alemãs deixarão o Afeganistão até 2014 | Notícias e análises internacionais mais importantes do dia | DW | 12.03.2012
  1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Merkel reitera que tropas alemãs deixarão o Afeganistão até 2014

Após declarações iniciais que lançavam dúvidas sobre a data de saída da Bundeswehr do país asiático, chanceler federal alemã diz que meta continua sendo retirar tropas alemãs do território afegão em 2014.

A chanceler federal alemã, Angela Merkel, reiterou que 2014 é mesmo a data para a retirada das tropas da Bundeswehr do Afeganistão, apesar de todos os problemas que o país ainda enfrenta.

"Já estamos na fase da transferência de responsabilidades", declarou Merkel nesta segunda-feira (12/03), durante visita às instalações das Forças Armadas alemãs em Mazar-i-Sharif, no norte do país asiático. "A data de retirada é 2014."

Ela disse que essa meta foi acertada em encontros internacionais, mais recentemente na Conferência sobre o Afeganistão, no final de 2011, realizada em Bonn, na oeste da Alemanha.

Declarações relativizadas

Antes, Merkel havia dado declarações que lançavam dúvidas sobre a saída das tropas alemãs em 2014. Segundo a chanceler federal, o processo político de aproximação com os rebeldes avançou, mas ainda não teria chegado a um ponto em que fosse possível dizer "podemos sair hoje".

"Por isso, também não posso dizer se vamos consegui-lo até 2013/2014. A vontade existe, queremos conseguir, e trabalhamos para que isso aconteça", havia dito a chanceler federal.

Merkel chegou à base alemã em Mazar-i-Sharif pela manhã, para uma visita supresa aos soldados lá estacionados. Ela pretendia viajar também para a província de Kunduz, mas foi impedida pelo mau tempo. Esta é a quarta visita de Merkel ao Afeganistão.

AS/dpa/dapd
Revisão: Francis França

Leia mais