1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Merkel perde apoio em meio à crise de refugiados

Além da questão migratória, preocupação com segurança após ataques em Colônia afeta popularidade da chanceler federal entre alemães, aponta pesquisa. Mesmo assim, Merkel ainda é a favorita como chefe de governo.

O apoio da população alemã à chanceler federal da Alemanha, Angela Merkel, e ao seu partido, a União Democrata Cristã (CDU), caiu na última semana. Uma pesquisa do Instituto Forsa divulgada nesta quarta-feira (20/01) aponta que a preferência por Merkel como chefe do governo, no caso de uma votação fictícia nos moldes de uma eleição presidencial, caiu 4 pontos percentuais em relação à semana passada, ficando em apenas 44%.

Já a CDU perdeu um ponto percentual de apoio em uma semana, ficando com 37% – o pior índice de aprovação da legenda do governo desde novembro passado.

A queda na popularidade de Merkel e da CDU é registrada em meio à crise de refugiados e à maior preocupação dos alemães com segurança após a série de

ataques a mulheres na noite de réveillon em Colônia

.

"Após o Ano Novo em Colônia e o

ataque a turistas alemães em Istambul

, muitos cidadãos estão pensando não somente sobre a crise de refugiados, mas também sobre o combate ao terrorismo e à criminalidade", disse presidente do Forsa, Manfred Guellner.

Apesar da queda na popularidade, os resultados da pesquisa mostraram que Merkel continua sendo a favorita para o governo. Um possível concorrente, o vice-chanceler federal e ministro da Economia da Alemanha, Sigmar Gabriel, do Partido Social Democrata (SPD), foi o preferido de apenas 16% dos entrevistados, tendo subido um ponto percentual.

Para a pesquisa, o Forsa entrevistou 2.501 eleitores entre os dias 11 e 15 de janeiro.

CN/rtr/afp

Leia mais