1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Merkel faz sua primeira visita como chefe de governo à Indonésia

Chanceler federal alemã faz sua primeira visita oficial à maior nação muçulmana do planeta. Além de assuntos econômicos, a agenda inclui desmatamento e direitos humanos.

A chanceler federal da Alemanha, Angela Merkel, chegou nesta terça-feira (10/07) à Indonésia para sua primeira visita oficial à maior nação muçulmana do globo desde que assumiu a chefia do governo, em 2005. Ela já estivera no país enquanto ministra do meio ambiente no governo Kohl. Merkel foi recebida em Jacarta pelo presidente Susilo Bambang Yudhoyono.

Angela Merkel Indonesien Empfang Krankniederlegung Kranz Ehrenfriedhof Kalibata Militär

Visita visa estreitar as relações comerciais entre os dois países

Além de estreitar as relações comerciais entre os dois países, a visita serve para impulsionar projetos nas áreas de transportes de energias renováveis. Merkel também irá se encontrar com juízes do Tribunal Constitucional local, representantes da sociedade civil, dirigentes sindicais e ativistas dos direitos humanos.

Segundo o porta-voz de Merkel, Steffen Seibert, não há previsão de fechamento de contratos ou acordos comerciais durante a visita que dura até quarta-feira (11/07). Assim como não há planos de encontros entre Merkel e a chefe do Fundo Monetário Internacional, Christine Lagarde, que também está em Jacarta.

O presidente Yudhoyono já demonstrou preocupação com a atual crise na zona do euro, um importante mercado para as exportações da Indonésia.

O país com 240 milhões de habitantes também é um atraente mercado para as exportações alemãs. Máquinas, veículos, produtos químicos e produtos de tecnologia da informação são os principais produtos importados pela crescente potência do sudeste asiático.

Meio ambiente e direitos humanos

Angela Merkel Indonesien Empfang Istiqlal Moschee

Meio ambiente e direitos humanos serão discutidos

O meio ambiente também tem uma grande importância na visita, já na Indonésia são destruídos 2 milhões de hectares de floresta tropical a cada ano. A Alemanha estuda como ajudar financeiramente o país a conservar o que ainda resta da floresta.

Fontes do governo alemão descrevem a Indonésia como um país em estável desenvolvimento, com perspectivas sólidas, mas demonstra preocupação com as violações dos direitos humanos. Temas como segurança regional, pirataria no estreito de Malaca, que liga os oceanos Índico e o Pacífico, também deverão ser abordados.

Nesta quarta-feira, a chanceler federal alemã deverá visitar o local onde está instalado o sistema de alarme contra tsunami, montado com ajuda da Alemanha.

MAS/afp/dpa/lusa
Revisão: Roselaine Wandscheer

Leia mais