1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Merkel defende cooperação entre inteligência alemã e NSA

Chanceler federal afirma que Alemanha trabalha em conjunto com agências internacionais para garantir segurança pública. Ela se diz disposta a cooperar com comissão parlamentar que investiga caso.

A chanceler federal Angela Merkel defendeu nesta segunda-feira (04/05) o Departamento Federal de Informações da Alemanha (BND) contra acusações de violação da lei ao ajudar os Estados Unidos. Ela prometeu cooperar com uma investigação parlamentar.

Segundo a imprensa alemã,

o BND teria ajudado a Agência de Segurança Nacional (NSA) a espionar autoridades e empresas na Europa

. Entre os alvos estariam altos funcionários do governo francês e da Comissão Europeia, além de companhias como a Airbus.

Em seu primeiro comentário sobre o assunto, Merkel disse continuar acreditando não ser aceitável que países amigos espiem uns aos outros – uma referência à sua consternação em 2013 diante de relatos de que a NSA teria grampeado seu telefone celular.

"Mas, por outro lado, agências de inteligência estão trabalhando para assegurar a segurança pública, e o governo alemão fará tudo o que estiver a seu alcance para garantir que pode desempenhar seu trabalho", disse.

"Essa habilidade de cumprir suas obrigações diante de ameaças de terrorismo internacionais vem da cooperação com outras agências de inteligência, e isso inclui a NSA", completou a chanceler.

Merkel disse a repórteres em Berlim que seu governo fornecerá a uma comissão parlamentar "todos os detalhes" sobre a cooperação do serviço de inteligência da Alemanha com os EUA.

Também nesta segunda-feira, o porta-voz de Merkel, Steffen Seibert, afirmou que, se a comissão de inquérito sobre o assunto convidar a chanceler a falar, ela está disposta a comparecer ao Parlamento. Indagado sobre desde quando Merkel sabe de violações cometidas pelo BND, Seibert disse que ela está em contato com a agência há várias semanas.

No sábado, o tabloide alemão Bild noticiou que o BND não teria apenas ajudado a NSA a espionar empresas, ministérios e agências europeias, mas também

utilizado os dados interceptados para os próprios interesses

.

LPF/rtr/ap/rtr

Leia mais