1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Merkel considera xingamento de diplomata dos EUA inaceitável

Em conversa com embaixador em Kiev, subsecretária de Estado americana criticou a participação da UE na crise ucraniana. Telefonema foi grampeado e colocado no YouTube com legendas em russo.

default

A subsecretária de Estado americana, Victoria Nuland: "Que se f... a UE"

A chanceler federal alemã, Angela Merkel, considerou nesta sexta-feira (07/02) inaceitáveis as declarações da subsecretária de Estado americana, Victoria Nuland, que, com uso de palavrão, criticou a atuação da União Europeia na crise política ucraniana.

"Que se f... a UE", disse Nuland por telefone ao embaixador americano em Kiev sobre a situação na Ucrânia. A conversa foi gravada e colocada no YouTube com legendas em russo.

O governo alemão reagiu através da porta-voz Christiane Wirtz. Ela disse que "Merkel considera as declarações absolutamente inaceitáveis" e que a chefe da diplomacia europeia, Catherine Ashton, “está fazendo seu trabalho”.

Angela Merkel Regierungserklärung 29.01.2014

A chanceler alemã Angela Merkel

Ainda na quinta-feira, Nuland pediu desculpas aos europeus, mas disse que não faria comentários sobre uma conversa diplomática privada. No telefonema, ela afirma ainda ter tido informações de que o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, nomearia um antigo embaixador da Holanda em Kiev como representante especial para a Ucrânia.

"Isso seria fantástico para ajudar a unir tudo isso, ter a ONU que una isso e, você já sabe, que se f... a UE", disse a diplomata.

Não se sabe quem foi o responsável por grampear o telefonema. Funcinários do governo americano não negaram que a conversa tenha ocorrido, mas se recusaram a comentá-la. Jay Carney, porta-voz da Casa Branca, diz que o fato de o governo russo ter colocado no Twitter oficial um link para o vídeo "diz algo sobre o papel da Rússia" no ocorrido.

RPR/ dpa/ rtr

Leia mais