1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Merkel abre caminho para Stoiber concorrer com Schröder

Pré-candidata democrata-cristã desiste em favor do conservador Edmund Stoiber, do partido social-cristão.

default

Merkel não resistiu à pressão dentro do partido

Menos de uma semana depois de anunciar sua disposição de se candidatar pela União Democrata-Cristã (CDU), a presidente do partido saiu do páreo nesta sexta-feira. Angela Merkel, de 47 anos, formada em Física, natural do Leste alemão, não agüentou a forte pressão nas próprias fileiras durante toda a semana.

A ex-ministra da Mulher e da Juventude e, mais tarde, do Meio Ambiente no governo Kohl, anunciou abrir mão da candidatura em favor do governador da Baviera, Edmund Stoiber, da União Social-Cristã (CSU), partido representado apenas neste estado.

Embora nos últimos dias aumentassem as especulações em torno de sua renúncia, Merkel insistia que a decisão sobre um candidato único dos dois partidos tradicionalmente aliados seria tomada numa reunião a portas fechadas entre ela e Stoiber.

Este encontro acabou sendo um café da manhã em Munique, nesta sexta-feira. Mesmo que as eleições na Alemanha sejam indiretas, na conversa teria ficado claro que as chances de coesão em torno do nome de Stoiber são maiores e isso teria influenciado sua decisão. A eleição ao parlamento alemão será no dia 22 de setembro.

CSU tem com candidato próprio pela segunda vez

Esta é a segunda vez na história que a União Social-Cristã apresenta um candidato à chancelaria federal. O principal concorrente de Edmund Stoiber, de 60 anos, será o atual chefe de governo, Gerhard Schröder, do Partido Social Democrático.

Influenciado pela derrota de Franz Josef Strauss, em 1980, o governador da Baviera hesitou em candidatar-se. Mas depois de oito anos no governo em Munique e em vista da falta de um candidato de porte nas fileiras conservadoras, anunciou sua disposição no último final de semana: "Um bávaro pode ser chefe de governo federal da mesma forma que o Bayern de Munique pode tornar-se campeão alemão".

Em sua campanha, Stoiber pode calcar-se nos êxitos de seu governo estadual. A força econômica, a baixa cota de desemprego e o mais baixo índice de criminalidade do país são seus pontos fortes, assim como o alto nível do ensino e da pesquisa (na Alemanha são setores de competência estadual).

Ao referir-se ao adversário nesta sexta-feira, Schröder disse tratar-se de uma luta dos conservadores pelo realinhamento de suas linhas políticas. Ao mesmo tempo, comparou Stoiber com o chefe de governo italiano, Silvio Berlusconi, e o populista de direita austríaco Jörg Haider.

Leia mais