1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Merkel é reeleita líder de seu partido com esmagadora maioria

No congresso da União Democrata Cristã, só deu Angela Merkel. Ela foi eleita pela sétima vez presidente do partido. E com um resultado dos sonhos: 97,94% dos votos.

Seu comportamento na convenção partidária da União Democrata Cristã (CDU), realizada nesta terça-feira (04/12) em Hannover, foi objetivo, sóbrio, quase frio. Apenas raramente Merkel deixou transparecer paixão durante seu discurso de uma hora. A chanceler federal alemã, Angela Merkel, há 12 anos presidente da CDU, não corresponde ao estereótipo de uma grande estrela.

Ela não caminha majestosamente pelas fileiras de delegados partidários, sua entrada não é acompanhada por música, seu discurso não é interrompido por aplausos entusiasmados. E quando foi ovacionada pelos cerca de mil delegados no final de seu discurso, Merkel parecia mais envergonhada que feliz.

Pacientemente, ela esperou o fim dos aplausos de cerca de oito minutos, que após os seis minutos na última convenção foram simplesmente uma obrigação. Ela acenou para o plenário e estendeu as mãos juntas para o ar como um gesto de saudação.

Auftakt CDU Parteitag 04.12.2012

Discurso de Merkel em Hannover: objetividade, sobriedade e pouca paixão

Indiscutível à frente do partido

Na convenção partidária, cujo objetivo foi preparar a CDU para o ano eleitoral que se anuncia, a chanceler federal alemã – intitulada pela mídia internacional como a mulher mais poderosa da Europa – se comportou de maneira quieta e pensativa, seca e quase apática. Quem quiser encontrar temperamento e carisma em Merkel, vai procurar em vão. E mesmo assim ela é a estrela indiscutível do seu partido.

Os delegados gostam de sua forma de fazer política. "Eu acho que ela foi incrível", disse a deputada berlinense Stefanie Vogelsang. "Espera-se sempre um tom mais agressivo na campanha eleitoral, que os adversários políticos sejam mais fortemente criticados. Mas ela não precisa disso. Eu adoro a forma como ela faz política: despretensiosa e centrada nas questões práticas."

Um delegado do estado da Renânia-Palatinado elogiou o discurso temático de Merkel. Assim, ela conseguiu levar o partido para a campanha eleitoral do próximo ano, afirmou. Com a chanceler federal na liderança e com a popular líder da bancada estadual da CDU na Renânia-Palatinado, Julia Klöckner, a política diverte, disse ele alegremente.

Apoio para Klöckner e McAllister

Landtagswahl Rheinland-Pfalz Klöckner

Julia Klöckner é estrela ascendente da CDU

Julia Klöckner é a estrela ascendente da CDU. Atraente, charmosa e autoconfiante, ela apareceu em frente às câmeras na convenção, deu entrevistas e respondeu a perguntas. Em seu Estado, ela pretende levar novamente a CDU ao governo e conseguiu dar vida nova ao partido, enfraquecido pelas lutas de poder. Em Hannover, ela foi eleita vice-presidente da CDU.

Além de Klöckner, David McAllister também angariou a simpatia dos delegados presentes no pavilhão de número 13 da Feira de Hannover. O governador do estado da Baixa Saxônia, de origem escocesa, irá concorrer em janeiro à eleição estadual. Seu discurso combativo foi recebido com entusiasmo na convenção partidária. Os delegados de seu estado levantaram cartazes com os letreiros "Eu sou Mc".

Sucessores de Merkel?

McAllister e Klöckner, as governadoras Annegret Kramp-Karrenbauer, do Sarre, e Christine Lieberknecht, da Turíngia, ou a ministra alemã do Trabalho, Ursula von der Leyen – todos poderiam ser considerados como possíveis sucessores de Merkel. Mas não se falou de sucessão na convenção da CDU em Hannover.

Merkel reina incontestavelmente sobre a CDU. Ela é o programa do partido, a timoneira "com uma firme bússola de valores no pesado mar tempestuoso", como ela mesma descreve seu papel. Ela aposta na continuidade e promete dar seguimento à coalizão com o Partido Liberal Democrático (FDP, na sigla em alemão).

Auftakt CDU Parteitag 04.12.2012

Mais de mil delegados acompanharam discurso de Merkel em Hannover

No entanto, os parceiros de coalizão ainda devem se esforçar para sobreviver às eleições de setembro próximo, disse Merkel. Segundo a chanceler federal, a coalizão entre conservadores e liberais é o governo mais bem-sucedido desde a reunificação da Alemanha.

Ele guiou o país durante a crise econômica, reduziu o desemprego para o nível mais baixo dos últimos anos e levou mais pessoas ao mercado de trabalho do que nunca. Apesar disso, a crise financeira ainda não foi superada na Europa, advertiu a chefe alemã de governo.

Com resultado de sonhos rumo ao ano eleitoral de 2013

Mas a CDU acredita na superação da crise financeira por parte de sua presidente. Merkel foi reeleita pelos delegados com esmagadores 97,94%. Quando subiu à tribuna sob o júbilo de seu partido para agradecer a confiança, ela parecia aliviada e até um pouco contente.

Com um sorriso aberto e dois grandes buquês de flores no braço, ela disse estar pasma com o resultado. E, então, novamente bastante sóbria e diligente, acrescentou com vista ao ano eleitoral de 2013: "Vamos arregaçar as mangas. Nós temos muito trabalho pela frente."

Autora: Bettina Marx (ca)
Revisão: Francis França

Leia mais