1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Menos mortos no trânsito

Acidentes aumentam, mas número de mortos no trânsito em 2001 foi o mais baixo desde 1953. Jovens entre 18 e 25 anos são o grupo mais exposto a riscos.

default

Eficiência do socorro contribui para dimunuir número de mortos e feridos no trânsito

O número de mortos em acidentes de trânsito caiu na Alemanha, no ano passado, para o nível mais baixo desde a introdução de estatísticas em 1953. Morreram nas ruas e estradas do país, em 2001, 6962 pessoas, segundo dados divulgados nesta quarta-feira (10), em Berlim, pelo Departamento Federal de Estatística e o Conselho de Segurança no Trânsito (DVR). Em relação ao ano anterior, a queda corresponde a 7%.

Embora o número total de acidentes no trânsito tenha subido ligeiramente, 0,5%, para 2,36 milhões, registraram-se também menos feridos. O que aumentou foram os danos materiais.

A tendência geral positiva foi observada em quase todas as categorias de participantes no trânsito: motoristas de caminhão, ciclistas, passageiros de automóveis e pedestres foram menos vitimados do que em 2000. O número de crianças mortas no trânsito, 228, nunca foi tão baixo nos últimos 49 anos. Apenas entre os motociclistas subiu o número de mortos (2% a mais do que em 2000).

O grupo mais exposto a riscos no trânsito são os jovens entre 18 e 25 anos: quase um quarto dos mortos em acidentes eram desta faixa etária. O presidente do DVR, Manfred Bandmann, anunciou a intensificação dos programas de informação e treinamento de motoristas novatos.

A causa mais freqüente de desastres foi o excesso de velocidade, responsável por quase um quinto dos acidentes. Em contraposição, diminuíram os desastres por ingestão de álcool e erros na ultrapassagem.

Os peritos atribuem a diminuição do número de mortos e feridos ao aperfeiçoamento técnico dos veículos e à maior eficiência dos serviços de socorro nas estradas. (lk)