1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Menos da metade dos americanos aprova atuação de Obama na crise ucraniana

Pesquisa da CNN mostra que maioria da população dos EUA é a favor de sanções econômicas contra a Rússia. Intervenção militar, porém, é apoiada por apenas um em cada oito entrevistados.

A atuação do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, diante da crise na Ucrânia é aprovada por 48% dos americanos, aponta uma pesquisa da CNN/ORC International. A opinião pública em torno desse tema específico, no entanto, não alterou seu índice geral de aprovação – que segue em torno de 45%.

Segundo dados do levantamento, divulgados nesta segunda-feira (10/03), 43% dos americanos desaprovam a maneira com a qual Obama vem lidando com a crise, enquanto 9% afirmaram estarem indecisos.

A mesma pesquisa indicou que a maioria da população dos EUA (59%) é a favor de sanções econômicas impostas pelos EUA à Rússia para pressionar o governo de Vladimir Putin a retirar suas tropas da região autônoma da Crimeia, na Ucrânia.

“Todos os grupos demográficos apoiam sanções econômicas, menos os americanos mais jovens”, diz o diretor de pesquisas da CNN, Keating Holland.

Segundo Holland, também há uma alta rejeição à possibilidade de os EUA se envolverem militarmente no conflito entre Rússia e Ucrânia. “Apenas uma em cada oito pessoas apoia o envio de tropas terrestres dos EUA para a Ucrânia – um grande indicativo de que o público prefere uma resposta comedida a uma enérgica.”

A pesquisa foi realizada de sexta-feira a domingo, por telefone, com 801 americanos. A margem de erro é de 3,5 pontos porcentuais para mais ou para menos.

Leia mais