1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Cultura

Menino tropeça e fura pintura do século 17

Obra renascentista de Paolo Porpora vale cerca de 1,5 milhão de dólares. A obra já foi restaurada e está de volta à exposição. Pais do menino não serão responsabilizados pelo acidente.

Um menino de 12 anos tropeçou e abriu um buraco no quadro Flores, do pintor italiano Paolo Porpora. Com pelo menos 350 anos e dois metros de altura, a pintura a óleo data do século 17 e está avaliada em aproximadamente 1,5 milhão de dólares.

Imagens das câmeras de vigilância mostram o momento em que o menino tropeçou e caiu sobre a pintura renascentista no domingo (23/8), deixando nela um buraco do tamanho de um punho. Ele então olha em volta desamparado e vai embora.

"Foi um acidente muito incomum", disse o organizador da exposição, David Sun. "O menino estava prestando atenção ao guia e não viu por onde andava, daí tropeçou e fez um buraco da obra de arte".

O quadro de Porpora integra a mostra "O rosto de Leonardo, imagens de um gênio", com 55 obras pintadas ou influenciadas por Leonardo da Vinci, exposta na Cidade de Taipei, em Taiwan. A pintura foi restaurada na segunda-feira e já está de volta à exposição. David Sun afirmou que a família do menino não terá que pagar nada pela restauração, que será coberta pelo seguro.

Não é a primeira vez que acidentes como esse acontecem em museus. Em 2006, um britânico tropeçou nos próprios cadarços e quebrou um conjunto de vasos chineses de 300 anos de idade em um museu em Cambridge. No mesmo ano, em Las Vegas, o magnata Steve Wynn furou com o cotovelo uma tela de Pablo Picasso – que tinha acabado de vender por 139 milhões de dólares.

GS/rtr/afp

Leia mais