1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Menino refugiado morto em Berlim foi abusado sexualmente

Homem de 32 anos confessa ter estrangulado garoto bósnio de 4 anos, desaparecido havia quase um mês. Acusado também confessa a morte de outro menino, de 6 anos.

O menino bósnio de 4 anos Mohamed Januzi, sequestrado há quase um mês em Berlim, foi abusado sexualmente antes de ser assassinado, disseram investigadores nesta sexta-feira (30/10).

O acusado, um alemão de 32 anos, confessou o crime e disse ter estrangulado a criança com um cinto, já no dia seguinte ao sequestro.

Ele também confessou ter matado uma outra criança, um garoto de 6 anos chamado Elias, que desapareceu em julho na cidade de Potsdam, perto de Berlim. Ele disse ter enterrado o corpo de Elias, que ainda não foi encontrado pela polícia, num local na cidade de Luckenwalde, no estado de Brandemburgo.

O

corpo de Mohamed foi encontrado nesta quinta-feira

no porta-malas do carro do acusado. O menino havia sumido no dia 1º de outubro na Agência de Saúde e Assuntos Sociais (Lageso, na sigla em alemão), onde são registrados os requerimentos de asilo na capital.

Imagens das câmeras de segurança mostram o menino saindo do local de mãos dadas com um homem. Essas imagens ajudaram a polícia a identificar o suspeito e a divulgar retratos dele. Ainda nesta quinta-feira, o homem de 32 anos foi preso na casa de sua família, em Niedergörsdorf, ao sul de Berlim, após ser denunciado pela mãe.

Os pais do acusado disseram ter visto nesta quarta-feira à noite o retrato divulgado pela polícia. Na quinta-feira, a mãe ligou para a polícia para denunciar o filho.

LPF/dpa/ap/rtr

Leia mais

Links externos