1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

Marcelinho sonha com o título

Responsável pela vitória do Hertha Berlim no jogo contra o Nürnberg, na oitava rodada do Campeonato Alemão, Marcelinho Paraíba espera realizar o sonho de ver seu time conquistar um título.

default

Marcelinho Paraíba

Desde que foi contratado para jogar no Hertha Berlim, em 2001, Marcelinho Paraíba não cansa de frisar sua satisfação em jogar no clube alemão. O atacante brasileiro, aliás, não fica só nas palavras. Ele faz questão de mostrar em campo que veio para ajudar o time a ser um dos melhores do país. Por isso não é de se admirar que Marcelinho sonhe com a conquista de um título, de preferência o Campeonato Alemão.

No último sábado (05/10), o paraibano de 27 anos comemorou uma vitória pessoal nesse sentido. Ele foi o autor dos dois gols que garantiram a vitória do Hertha Berlim sobre o Nürnberg, na oitava rodada da Bundesliga. Perdendo por 1 a 0 até os 30 minutos do segundo tempo, o Hertha Berlim começou a recuperar a esperança com o primeiro gol de Marcelinho. A virada radical aconteceu com o segundo gol marcado pelo brasileiro, aos 38 minutos.

"Fizemos muitos erros no primeiro tempo de jogo, mas não perdemos a calma. Isso contribuiu para a vitória", analisou Marcelinho, sempre falando no plural, mesmo que o mérito do resultado tenha sido todo seu.

Além de exibir um show de bola em campo, o craque brasileiro desfruta da simpatia e do reconhecimento dos colegas de equipe. O técnico Huub Stevens, por exemplo, o apelidou carinhosamente de "fera do futebol".

"Ele recebe a bola e já saiu jogando", justificou o treinador, satisfeito com a vitória que rendeu 3 pontos ao time e fez o Hertha pular da 10ª para a 7ª colocação na tabela geral de classificação do Campeonato Alemão.

Marcelinho, por sua vez, já pensa no próximo confronto e na possibilidade de melhorar ainda mais a posição do time nesta temporada. Ele não esconde o desejo de ver o Hertha na liderança do campeonato. "Se ganharmos do Cottbus na próxima rodada (19/10) estaremos ainda mais perto do topo", sonha o artilheiro.

Fúria de Marcio

Enquanto Marcelinho tem motivos de sobra para estar contente com sua vida profissional, Marcio Amoroso deu uma clara demonstração de sua insatisfação durante o jogo de seu time, o Borussia Dortmund, contra o Hannover, no sábado (5/10).

Amoroso amargou no banco de reservas até os 39 minutos do segundo tempo. Mal entrou em campo, marcou um gol, quando faltavam apenas 3 minutos para o término da partida. Só que, ao invés de comemorar, ele fechou a cara e evitou o abraço dos colegas.

"O Marcio estava furioso comigo", admitiu o técnico do Dortmund, Matthias Sammer. Apesar de o craque ter recebido alta médica depois de seis semanas afastado do futebol e voltado aos treinos, o técnico revelou que Amoroso ainda não estava em plena forma física para suportar os 90 minutos de jogo. Mas deixá-lo quase toda a partida no banco de reservas foi demais para o jogador mais caro do futebol alemão e artilheiro da temporada passada.

Felizmente a raiva e a frustração do atacante brasileiro parece ter se dissipado com o placar positivo de 3 a 0 contra o Hannover. Uma hora após o fim do jogo, Amoroso estava distribuindo autógrafos e tirando fotos bem sorridente ao lado dos fãs. Ele sabe que continua fazendo jus a fama de bom jogador.

Brasileiros na lista de artilheiros do Campeonato Alemão

Quatro brasileiros estão entre os 12 melhores artilheiros da Bundesliga. Élber (Bayern de Munique) lidera a lista com 8 gols, Aílton (Werder Bremen) marcou seis gols, enquanto Marcelinho (Hertha Berlim) e Éwerthon (Borussia Dortmund) já fizeram quatro gols cada.