1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Manifestantes vandalizam sala de oração muçulmana na França

Um dia após emboscada contra bombeiros num bairro de classe baixa de Ajaccio, grupo saqueia local de prece e queima cópias do Alcorão. Premiê do país, Manuel Valls, classifica depredação como "profanação inaceitável".

default

Não é a primeira vez: um centro de oração muçulmano já havia sido atacado em Ajaccio, em 2012

Um grupo de manifestantes depredou uma sala de oração muçulmana na Córsega nesta sexta-feira (25/12), um dia após uma emboscada ter ferido bombeiros na ilha francesa. Segundo a polícia, eles atearam fogo a exemplares do Alcorão, num ataque condenado pelo governo francês.

A violência começou na noite de quinta-feira, quando bombeiros atenderam a uma chamada de emergência na localidade de Ajaccio. Como informou a emissora francesa France 3, dois bombeiros e um policial ficaram feridos em confrontos num bairro de baixa renda da cidade. Região administrativa da França, a Córsega é a quarta maior ilha do Mar Mediterrâneo em extensão.

Nesta sexta-feira, um protesto começado como manifestação de apoio aos funcionários do Estado feridos tornou-se violento. Um pequeno grupo de manifestantes então vandalizou uma sala de oração muçulmana, arrombando a porta de vidro, queimando cópias do Alcorão e saqueando o local, detalharam autoridades locais.

O primeiro-ministro da França, Manuel Valls, classificou no Twitter a depredação na cidade de Ajaccio como "uma profanação inaceitável". Ele também pediu respeito às autoridades francesas, condenando a "agressão intolerável contra bombeiros". Segundo a France 3, outros locais de prece muçulmanos receberam reforço policial.

PV/ap/afp

Leia mais