1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Mandato das tropas européias no Congo começa sem incidentes

Transcorrem tranqüilas as eleições no Congo, com as quais começa oficialmente o mandato de quatro meses das tropas da União Européia.

default

"Está absolutamente tranqüilo, como se fosse um domingo normal", disse em Kinshasa o tenente-coronel Peter Fuss, porta-voz das Forças Armadas alemãs. "Com nossa presença, prestamos uma contribuição para que o dia esteja transcorrendo com calma e estabilidade", completou.

Os soldados europeus não se deslocaram para o centro de Kinshasa, tendo permanecido em seu acampamento no aeroporto N'Dolo. Com as eleições parlamentares e presidenciais que se realizam neste domingo (30/07) na República Democrática do Congo – as primeiras após mais de quatro décadas –, começa oficialmente o mandato das tropas da União Européia na antiga colônia belga. Está previsto que elas permaneçam qautro meses.

Kongo Wahlen UN-Soldat

Soldado das Nações Unidas diante de local de votação

O tenente-coronel alemão lembra que, em caso de tumultos, o Exército e a polícia locais, bem como as tropas Monuc, das Nações Unidas, seriam os primeiros a intervir. Os soldados europeus só seriam chamados à ação depois de esgotados os demais recursos. "O Congo é um Estado soberano e somos apenas convidados aqui", esclareceu o porta-voz da Bundeswehr. Os congoleses só quereriam viver em paz e estariam felizes com a possibilidade de votar, em sua opinião.

A União Européia enviou 2000 soldados para assegurar as eleições no Congo, entre eles 780 alemães. Destes, 280 estão estacionados diretamente no aeroporto de Kinshasa; os demais 500 estão de prontidão no Gabão. A tarefa dos soldados da Bundeswehr é garantir a segurança dos observadores internacionais, em caso de inquietações. Além disso, eles operam hospitais ambulantes em Kinshasa e na capital do Gabão, Libreville.

Links relacionados:

Leia mais