1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

Mais um título para o Werder Bremen

A conquista da Copa Alemanha coroa a melhor temporada da história do campeão alemão. O Alemannia Aachen, da Segunda Divisão, resistiu, mas não conseguiu impedir a dobradinha do clube de Aílton.

default

Aílton despede-se do Bremen com dois títulos de campeão

Ainda não foi desta vez que Davi venceu Golias na disputa pela Copa Alemanha (DFB Pokal). O Alemannia Aachen perdeu para o Werder Bremen por 3 a 2, diante de mais de 70 mil espectadores, no Estádio Olímpico de Berlim, e, pela terceira vez em sua história, perdeu a oportunidade de conquistar o cobiçado troféu. Mas o clube da Segunda Divisão, que esteve perto de subir para a Primeira nesta temporada e mereceu ao fim da partida "um pouco de compaixão" do ministro do Interior, Otto Schily, tem pela frente uma recompensa. Como finalista deste torneio, está garantida sua participação na Copa da Uefa, na próxima temporada do futebol europeu.

Primeira dobradinha em 105 anos

Para o Werder Bremen, a vitória — mais sofrida do que brilhante — representou a coroação da temporada mais brilhante de seus 105 anos de história. "Dificilmente vamos ter de novo um ano como este", admitiu, em meio à euforia, o presidente do clube, Jürgen Born. "Após o campeonato, nós tínhamos heróis verde-brancos, agora temos deuses verde-brancos, não existem mais superlativos para esta equipe. Ela conquistou o coração da Alemanha inteira."

Até agora, apenas três clubes da Bundesliga tinham conseguido a façanha de conquistar os dois títulos na mesma temporada: o Schalke, em 1937; o Colônia, em 1978; e o supercampeão Bayern de Munique, em 1969, 986, 2000 e 2003.

Aílton sem brilho e lágrimas

Em sua última partida com a camisa do Bremen, o artilheiro da temporada, Aílton esteve apagado. O brasileiro, que vai jogar para o Schalke, juntamente com seu colega de equipe Mladen Krstajic, não conseguiu burlar a marcação fechada do veterano Willi Landgraf, 35 anos. Ainda assim, o atacante vibrou com o título — desta vez sem derrubar lágrimas de alegria — e agora só pensa nas merecidas férias no Brasil.

Tim Borowski traf für Werder Bremen

Tim Borowski, o destaque da partida

O herói da noite foi o meiocampista Tim Borowski, que durante meses só conseguiu atuar como reserva e agora fez "o jogo de sua vida", com dois dos três gols da equipe campeã.

O Werder Bremen entrou em campo como favorito e foi para a cabine com a vantagem de 2 a 0, após o primeiro tempo. Mas o Alemannia Aachen — apoiado por uma torcida numerosa — não se deixou intimidar, balançando a segurança dos campeões com um gol aos 51 minutos. A equipe continuou ofensiva mesmo depois de perder um jogador por cartão vermelho, numa decisão controversa do árbitro. A vitória só ficou clara seis minutos antes do final, quando Borowski aumentou o placar para 3 a 1. Mas a força de vontade dos perdedores se manifestou ainda no último minuto, com o quinto gol da partida, a cargo do holandês Meijer.

Leia mais