1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Mundo

Mais refugiados morrem afogados no Mar Egeu

Outras 11 pessoas morreram na tentativa de chegar da Turquia à União Europeia pelas ilhas gregas. ONG atribui tentativas desesperadas a um "pânico do fechamento das portas", diante da ameaça de fim do acolhimento.

Mais uma vez as águas entre a Turquia e a Grécia trouxeram a morte a migrantes que buscavam segurança na Europa. Segundo noticiou a televisão estatal grega, 11 refugiados se afogaram no Mar Egeu neste domingo (01/11), quando o pequeno barco em que tentavam chegar à ilha Samos se chocou contra um trecho rochoso da costa. Outros 15 náufragos puderam ser salvos.

Mais ao sul, equipes de salvamento conseguiram trazer para terra 150 refugiados, cujo barco fora atingido pelos ventos fortes ao largo de Rodes. Dois feridos tiveram que ser medicados no hospital da ilha.

Desde o início deste ano, 560 mil refugiados, entre os quais numerosos sírios conseguiram chegar à Grécia pelo mar, mas centenas morreram na tentativa. Apesar do tempo frio de outono e do mar agitado, muitos continuam se esforçando para ir da Turquia para União Europeia, através das ilhas gregas próximas.

Karte Flüchtlinge auf griechischen Inseln Englisch

Localização das ilhas do Mar Egeu, entre a Turquia e a Grécia

Segundo a organização de direitos humanos Pro Asyl, esse afluxo humano continuado, apesar das péssimas condições, se deve ao atual debate europeu sobre um fim do acolhimento de refugiados.

Assim, muitos requerentes de asilo procuram desesperadamente se antecipar a um cerramento definitivo das fronteiras, explicou o presidente da ONG, Andreas Lipsch, acrescentando: "Nós observamos algo como um 'pânico do fechamento das portas'."

AV/rtr/afp/dpa

Leia mais