1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Mais oito estados alemães proíbem o fumo em restaurantes

Restrições ao consumo de tabaco em bares e restaurantes já valem em 11 estados da Alemanha e se estenderão a todo o país ainda este ano.

default

Um café e um cigarro no balcão do bar: em breve uma cena do passado

Leis que proíbem o fumo em bares e restaurantes entraram em vigor em mais oito estados da Alemanha nesta terça-feira (01/01). Eles se juntam a outros três que já haviam adotado regras semelhantes em 2007. Os demais cinco estados alemães deverão fazer o mesmo até meados deste ano.

Baviera, Berlim, Brandemburgo, Bremen, Hamburgo, Mecklemburgo-Pomerânia Ocidental, Saxônia-Anhalt e Schleswig-Holstein são os estados em que a proibição passou a valer na virada do ano. Na Baixa Saxônia e em Baden-Württemberg é proibido fumar em bares e restaurantes desde agosto e em Hessen, desde outubro do ano passado.

Contudo, na maioria dos estados o dono do estabelecimento pode criar uma área exclusiva para fumantes, desde que isolada. A única exceção é a Baviera, que proibiu até mesmo as áreas para não-fumantes.

Prazo para adaptação

Na Renânia do Norte-Vestfália, a proibição ao fumo também entrou em vigor neste ano, mas vale inicialmente apenas para prédios da administração pública, centros culturais, escolas, universidades e hospitais. Os donos de bares e restaurantes ganharam um prazo de seis meses para se adaptar à nova lei. A mesma regra foi adotada na Turíngia.

As multas variam de um estado para o outro. Na Saxônia e em Mecklemburgo-Pomerânia Ocidental, podem chegar a até 5 mil euros para os clientes e 10 mil euros para os donos do estabelecimento. Já em Hamburgo o valor máximo é de 500 euros. Em Berlim, as multas serão aplicadas apenas a partir de julho. Os clientes poderão desembolsar até 100 euros e os proprietários, até mil euros na capital alemã.

Protestos

As novas leis causaram muitos protestos, principalmente dos donos de bares e restaurantes. Eles temem perder clientes. O vice-presidente da Associação de Hotéis e Restaurantes de Berlim, Klaus-Dieter Richter, afirmou ao jornal Der Tagesspiegel que a nova lei prejudicará o turismo em Berlim.

"Ela matará a cultura berlinense de uma cerveja, um salgadinho e um cigarro no bar da esquina", disse. De acordo com Richter, muitos estabelecimentos da capital alemã vão ignorar a lei até julho, já que até lá não poderão ser punidos.

Na virada do ano, muitos restaurantes alemães não respeitaram a proibição. "Hoje não vai acontecer nada", comentou o chefe de um restaurante em Kiel. "Não é possível proibir as pessoas de fumar à meia-noite." (as)

Leia mais