1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Mais de 500 navios esperam liberação do Reno

Cinco dias após o acidente com um cargueiro em Colônia, falta resgatar três dos 32 contêineres que caíram no Reno. A importante via fluvial só será liberada quando for comprovada a segurança do canal de navegação.

default

Congestionamento na importante artéria fluvial

O congestionamento no rio Reno, uma das mais importantes estradas fluviais da Europa, chegou a ultrapassar os 20 quilômetros nesta sexta-feira (30/03). Mais de 500 navios esperam por autorização para poderem prosseguir viagem. O atraso na liberação deve-se a três dos 32 contêineres que caíram de um cargueiro acidentado no domingo, em Colônia.

Inicialmente, previu-se que o Reno voltaria a ser liberado na quarta-feira, o que acabou não acontecendo devido às dificuldades de resgate dos contêineres por causa da correnteza do rio. "É preciso assegurar que os três contêineres que faltam não estão no canal de navegação", disse Christine Esbach, porta-voz do Departamento de Navegação Fluvial.

"Enormes prejuízos de imagem"

O acidente com o cargueiro representa não só um prejuízo de milhões para os armadores e proprietários de navios, mas também para a imagem da navegação fluvial. "Estávamos num caminho muito bom. Os transportes fluviais eram considerados confiáveis e ecológicos. O acidente no Reno significa um enorme retrocesso", assinalou Heinrich Kerstgens, o gerente de uma empresa de logística.

Deutschland Schifffahrt Rhein Unfall bei Köln

O navio acidentado

Mesmo que o rio seja liberado à navegação no final de semana, deverá demorar até que o trânsito de navios se regularize. Quando o Reno voltar a ser aberto, os navios que estão à espera terão se apresentar às autoridades fluviais um por um e seguir em fila indiana. Por questões de segurança, a ultrapassagem será proibida.

O cargueiro Excelsior, de 105m de comprimento e 11m de largura, transportava 2630 toneladas, distribuídas em 103 contêineres. Ao fazer uma manobra para mudar de direção, no último domingo, a embarcação pertencente a uma companhia de navegação das proximidades de Stuttgart perdeu parte da carga, provavelmente por causa de uma fenda em seu casco. Três dos contêineres levavam cargas perigosas, o que exigiu seu resgate por navios-guindastes especiais. Foi o pior acidente do gênero no rio Reno nos últimos 25 anos. Em 1982, um incêndio num cargueiro havia provocado a queda à água de 63 contêineres perto de Unkel, o que levou a interromper a navegação durante seis dias.

Leia mais