1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Alemanha

Maioria dos alemães aprova atuação de Merkel na crise grega

Pesquisa aponta que 55% avaliam como positiva a postura da chanceler federal durante as negociações com Atenas. Aprovação é mais alta entre eleitores do Partido Verde, que atualmente está na oposição.

A maioria dos alemães está satisfeita com o modo como a chanceler federal Angela Merkel atuou durante a crise grega, aponta uma pesquisa divulgada nesta terça-feira (14/07).

De acordo com a sondagem feita pelo instituto Forsa para a revista Stern, 55% dos alemães consideram que Merkel comportou-se de maneira correta durante toda a fase de negociações. Outros 31%, porém, acreditam que a chanceler deveria ter forçado a saída da Grécia da zona do euro. Dos entrevistados, 14% não tinham uma opinião sobre o tema.

A aceitação de Merkel é grande não apenas entre eleitores do seu partido, mas também entre os de oposição, como o Partido Verde. Para 75% deles, Merkel negociou de maneira correta –uma porcentagem bem maior do que em sua própria legenda.

Entre eleitores da União Democrata Cristã (CDU), 66% dos entrevistados acreditam que Merkel conduziu as negociações com a Grécia da melhor maneira. Entre os simpatizantes do Partido Social-Democrata (SPD), membro da coalizão de governo, 62% estão satisfeitos.

A surpresa na pesquisa está no nível de aceitação de Merkel entre os eleitores do partido A Esquerda. Deles, 53% têm opinião positiva sobre o trabalho da chanceler na crise grega.

A pesquisa também avaliou o nível de confiança no governo grego. A grande maioria dos alemães, 81% dos entrevistados, duvida que Atenas implementará as reformas prometidas.

O menor índice de confiança está entre eleitores da CDU (7%) e do SPD (8%). Entre os simpatizantes do A Esquerda, 37% dizem não têm dúvidas que o primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, vai promover as reformas prometidas.

CN/dpa/afp

Leia mais