1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Esporte

Magoado com Felipão, Zé Roberto não quer voltar à seleção

O meia-atacante brasileiro Zé Roberto, do Bayern de Munique, disse que não volta a jogar na seleção, caso o técnico Luiz Felipe Scolari continue no cargo.

default

Ze Roberto comemora gol, quando atuava pelo Bayer Leverkusen

"Se o Brasil tiver um outro técnico então voltarei à seleção", desabafou Zé Roberto num programa da televisão alemã. O jogador brasileiro não esconde a sua mágoa com Felipão, por não tê-lo convocado para a Copa da Coréia e do Japão.

"Isto doeu muito", afirmou Zé Roberto, 28 anos, que foi um dos principais destaques do campeonato alemão na temporada 2001-2002, quando atuava pelo Bayer Leverkusen, vice-campeão da Alemanha.

Campeão de assistências - Zé Roberto desfruta de alta reputação na Alemanha. A imprensa não se conforma que ele não tenha sido convocado para a Copa. O meia-atacante brasileiro é admirado não apenas pela sua técnica e habilidade, como pela eficiência no ataque. Na temporada passada, Zé Roberto fez 16 assistências, mais que qualquer outro jogador do Campeonato Alemão, além de ter marcado 4 gols.

Jogador revelado na Lusa de São Paulo, Zé Roberto transferiu-se para o Real Madrid em 1996, foi emprestado por alguns meses ao Flamengo, em 1998, e comprado pelo Bayer Leverkusen naquele mesmo ano.

Depois de quatro temporadas pelo Bayer, onde sagrou-se três vezes vice-campeão, Zé Roberto foi comprado em maio de 2002 pelo Bayern de Munique. Outros clubes europeus, como o Barcelona, Liverpool, Roma e Juventus, estavam interessados no seu passe. Mas Franz Beckenbauer, presidente do Bayern, empenhou-se pela contratação do brasileiro, de quem é um grande admirador: "Simplesmente porque ele sabe jogar futebol", disse Beckenbauer.

Contrato até 2005- A transferência de Zé Roberto custou ao Bayern 12 milhões de euros e o jogador assinou contrato com o clube até 2005.

Zé Roberto já atuou pela seleção brasileira em 46 partidas, tendo marcado 4 gols e participado da Copa de 1998. Foi campeão da Copa dos Campeões em 1998, pelo Real Madrid, e da Copa América em 97 e 99, pela seleção brasileira.

Há uma semana atrás, Zé Roberto disse que aceitaria voltar à seleção. Agora exclui jogar sob o comando de Luiz Felipe Scolari. Talvez tenha sido a influência do seu companheiro no novo clube, Giovane Élber. O atacante brasileiro, 29 anos, que também ficou de fora do elenco de Felipão, afirmou logo depois da conquista do pentacampeonato que jamais voltará a vestir a camisa da seleção.