1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

Brasil

Magia do chat fascina povos indígenas

Portal Índios Online leva sete povos indígenas do Nordeste brasileiro à internet. DW-WORLD conversou com o diretor da ONG baiana Thydewa, Sebastian Gerlic, coordenador do projeto.

default

Índio Pankararu

DW-WORLD : Qual é o objetivo do projeto Índios Online?

Sebastian Gerlic : Permitir o acesso à informação e comunicação às nações indígenas, para que estas possam buscar melhorias para seus integrantes e, de uma forma geral, para o mundo.

O projeto está dando os resultados esperados?

Está dando muito bons resultados. Alguns acontecem muito devagar, outros nem sequer esperávamos, mas nossa avaliação é muito positiva. Os índios estão sendo ativos, protagonistas de suas realidades, agentes de mudança, cidadãos.

Quais são os resultados que vocês não haviam esperado?

Havíamos planejado o projeto principalmente para atuar no resgate cultural e no diálogo intercultural, para a promoção da paz e contra a discriminação. Porém, os índios também se valeram da tecnologia para cobrar salários atrasados, receber merenda escolar, tirar o lixo de suas aldeias e ser cidadãos mais ativos. Atualmente a dimensão da cidadania faz parte do programa e é um ponto forte. Eles conseguiram a construção de escolas, postos de saúde, doações etc.

Quais foram os maiores problemas enfrentados?

A grande distância entre as aldeias, o que encarece nossos contatos reais, diretos. E a falta de seriedade das companhias que quase monopolizam a conexão via satélite. Além disso, os preconceitos dos brasileiros, que acham que índio é incapaz, que índio tem que ficar no mato sem saber das coisas.

Os índios se entusiasmaram logo pela internet?

Imediatamente.

Eles já sabiam escrever?

Os que selecionamos para o projeto já sabiam escrever. Alguns escrevem muito bem, outros são gramaticalmente muito fracos aos olhos da sociedade brasileira.

Eles gostam de escrever na internet?

Eles gostam muito de participar do portal. Alguns têm vergonha de seu jeito de escrever. Temem ser julgados. Do que eles mais gostam é o bate-papo no chatroom.

Por que o chat os atrai de forma especial?

Porque é uma comunicação imediata, acontece na hora. É uma magia. O encontro instantâneo com alguém que está num outro lugar os fascina. Acho que isso acontece com qualquer pessoa que freqüenta um chat.

A Funai incentiva o acesso dos índios aos novos meios de comunicação?

Até agora não. Convidamos a Funai várias vezes para ser nossa parceira, porém até agora não tivemos sucesso.

Quais são as metas do projeto Índios Online para os próximos anos?

Queremos fortalecer a qualificação dos índios, oferecer cursos de cidadania e fortalecer o diálogo intercultural. Uma outra meta é enriquecer os cursos já oferecidos e o portal como ferramenta, como ponte entre os povos participantes. E queremos ampliar a rede, incluindo mais quatro nações indígenas.

---------------
O endereço do site é: www.indiosonline.org.br

Leia mais