1. Inhalt
  2. Navigation
  3. Weitere Inhalte
  4. Metanavigation
  5. Suche
  6. Choose from 30 Languages

América Latina

Maduro manda prender prefeito de Caracas por conspiração

Antonio Ledezma, um dos maiores opositores do presidente Nicolás Maduro na Venezuela, foi preso por acusações de conspirar contra o governo. Em cadeia nacional, Maduro afirmou que o prefeito irá pagar por seus crimes.

O prefeito de Caracas, Antonio Ledezma, um dos maiores críticos do presidente Nicolás Maduro, foi preso na noite desta quinta-feira (19/02), acusado de planejar um golpe de Estado na Venezuela.

Maduro vinha acusando Ledezma de conspirar contra o governo. O presidente fez um pronunciamento em rádio e televisão, declarando que o prefeito da capital venezuelana será punido por tentar desestabilizar o país, que enfrenta graves problemas econômicos.

"Hoje, Ledezma está sendo processado pelo sistema de Justiça venezuelano", afirmou Maduro. "Ele será responsabilizado por seus crimes. Peço o apoio da população para consolidar a justiça. Basta de conspirações", declarou o presidente.

Recentemente, o prefeito de Caracas havia assinado uma resolução da oposição venezuelana que defendia uma mudança de governo no país.

A esposa de Ledezma, Mitzy, denunciou via Twitter que o prefeito foi agredido e preso sem mandado judicial. "Responsabilizo o presidente Maduro pela vida de meu marido" afirmou, através do perfil do prefeito na rede social.

Richard Blanco, correligionário de Ledezma no Partido Aliança Bravo Povo, também denunciou que o prefeito foi agredido durante a prisão.

RC/ap/dpa

Leia mais